Prefeitura de Goiânia lança projetos de mobilidade voltados para pessoas com deficiência

Compartilhe »»
Iniciativas foram apresentadas nesta segunda (03) em comemoração Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência.


Prefeito Iris Rezende anuncia iniciativas para deficientes físicos em Goiânia. (Foto: Jackson Rodrigues)
A Prefeitura de Goiânia promoveu uma solenidade na manhã desta segunda-feira (03), no Paço Municipal, para anunciar três iniciativas voltadas para as pessoas com deficiências físicas no município.

O evento contou com a presença do prefeito Iris Rezende (MDB), que apresentou as seguintes medidas: o lançamento do aplicativo para dispositivos móveis SimRMTC Acessível, a criação do banco de cadeiras de rodas e a apresentação do projeto de Lei das Calçadas, que será encaminhado para a Câmara Municipal de Goiânia.

A atividade foi realizada através da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA) em comemoração ao Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência.

Projetos

O aplicativo SimRMTC Acessível é uma versão adaptada do que já está em funcionamento desde de 2015 e permite que pessoas com deficiência visual tenham acesso às informações sobre linhas, trajetos, pontos de embarque, pontos de venda de recarga SitPass, planejar sua viajem, fazer sugestões, elogios, denúncias e reclamações. A novidade permite também programar um um alarme para ser avisado quando o veículo estiver próximo.

O banco de cadeira de rodas foi implementado em parceria e da assinatura de um termo de cooperação técnica com Associação dos Acidentados do Trabalho do Estado de Goas (Aciteg). O programa irá iniciar com 30 cadeiras.

Já o PL ajusta todo o ordenamento na construção de calçadas na capital, garantindo a acessibilidade nos espaços públicos e privados da cidade.

O prefeito afirmou na solenidade que é dever do poder público trabalhar com políticas de inclusão para pessoas com deficiência. “A inclusão é uma obrigação do poder público, que deve agir em todas as áreas: da educação à infraestrutura”.

O Secretário de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas, Filemon Pereira, acredita que os projetos irão melhorar a qualidade de vida da população com deficiência da capital. “O banco de cadeiras de rodas tem um espírito solidário, a criação do aplicativo acessível amplia a modernidade no transporte e a lei de calçadas, projeto que unifica a legislação, vai ampliar a mobilidade na capital”, ressaltou.


Fonte: Mais Goias 

Nenhum comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.