Destaques

Últimas notícias

Livros em Braille Infantis: Lista com 10 sugestões disponíveis online

Livros em Braille Infantis: Lista com 10 sugestões disponíveis online

Descrição da imagem #PraCegoVer: Foto colorida de duas pessoas dentro de livraria, ilustrando a lista de livros em Braille infantis. À esquerda está a jovem Nicole, adolescente de pele clara e cabelos pretos longos. Ela tem deficiência visual, sorri e segura um livro. Ao lado está sua mãe, Bianca Chaló. Ela também sorri enquanto mostra um livro. Tem pele branca, cabelos escuros compridos e usa óculos de grau. Na lateral direita da foto há uma estante com diversos livros. (Foto: Reprodução. Créditos: mybest-brazil.com.br)

SOS Surdo tem mais de 2 mil denúncias

SOS Surdo tem mais de 2 mil denúncias

As pessoas surdas enfrentam diariamente inúmeras barreiras na comunicação, seja para chamar um serviço de emergência, marcar uma consulta médica, realizar transações bancárias ou até mesmo solicitar comida em um drive-thru.

A falta de acessibilidade inviabiliza o acesso de aproximadamente 10 milhões de surdos no Brasil, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010. Diante desse cenário, a empresa brasileira Helpvox Connect – que desenvolve produtos com alta tecnologia voltados à inclusão e acessibilidade – criou o SOS Surdo.

Brasil faz sua melhor participação da história no Mundial de Natação Paralímpica em Portugal

Brasil faz sua melhor participação da história no Mundial de Natação Paralímpica em Portugal

O Brasil encerrou neste sábado (18) uma campanha histórica em uma edição do Mundial de natação paralímpica. Isto porque na competição disputada no Complexo de Piscinas Olímpicas de Funchal, na Ilha da Madeira (Portugal), a delegação brasileira ficou na terceira posição geral com 53 medalhas (9 ouros, 10 pratas e 24 bronzes). Participaram 29 atletas, sendo 17 homens e 12 mulheres.

Obras na Avenida Paranoá reforçam acessibilidade

Obras na Avenida Paranoá reforçam acessibilidade

 Investimento é de R$ 16 milhões para a construção de calçadas, estacionamentos e rampas, com o objetivo de facilitar o trânsito de idosos e pessoas com deficiência

Imagem com Descrição #PraCegoVer: Fotografia colorida, em ambiente externo com vários trabalhadores reformando e nivelamento uma das calçadas do Paranoá.| Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Catarina Lima, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Projeto estabelece medidas de inclusão de pessoas surdas em concursos públicos

Projeto estabelece medidas de inclusão de pessoas surdas em concursos públicos

Tramita na Câmara Municipal de Fortaleza o projeto de lei ordinária 0181/2022, de autoria do vereador Guilherme Sampaio (PT), que estabelece medidas relativas à inclusão de pessoas surdas nos concursos e seleções públicas realizados pelo Município de Fortaleza. Conforme o artigo 1º do projeto, a capacitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) será adotada como critério de desempate, sem prejuízo de outros, em concursos públicos e processos seletivos realizados pelo Município.

Pessoas com deficiência recebem apoio para garantir benefícios

Pessoas com deficiência recebem apoio para garantir benefícios

Servidores da SEPD se mobilizam nas regiões administrativas do DF para ampliar serviços destinados a público especial

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Imagem com Descrição #PraCegoVer - Fotografia colorida, de ambiente interno com alguns atendentes sentados na mesa com computador atendendo várias pessoas que estão sentadas esperando finalizar.

STF decide que cotas para pessoas com deficiência e para aprendizes não podem ser negociadas

STF decide que cotas para pessoas com deficiência e para aprendizes não podem ser negociadas

Imagem com descrição #PraCegoVer - 
Fotografia colorida de uma mulher
jovem cadeirante com computador
no colo. Ela está de costas sorrindo
para a foto.
Brasília – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, na sessão do dia 02/06, que “São constitucionais os acordos e as convenções coletivas que, ao considerarem a adequação setorial negociada, pactuam limitações ou afastamentos de direitos trabalhistas, independentemente da explicitação especificada de vantagens compensatórias, desde que respeitados os direitos absolutamente indisponíveis” (Tema 1046).

O Tema 1046, julgado na sessão, está relacionado à discussão se o negociado entre patrões e sindicatos pode se sobrepor à legislação trabalhista.

Ao julgar o recurso extraordinário paradigma (ARE) 1121633, o ministro relator Gilmar Mendes destacou, em seu voto, que a negociação coletiva, prevista na Constituição, não abrange políticas públicas de inclusão de pessoas com deficiência, adolescentes e jovens no mercado de trabalho, que são definidas em legislação específica.

O MPT já havia defendido tese equivalente em orientação da Conalis, da Coordinfância e da Coordigualdade, pois compreende que ações afirmativas de cotas sociais atendem a interesse transindividual de toda a sociedade, razão pela qual são indisponíveis, não podendo ser objeto de negociação coletiva ou norma coletiva para flexibilizar, reduzir ou suprimir seu conteúdo.

Assista no YouTube: TEMA 1046 do STF – Sessão de Julgamento do Pleno 01/06/2022 https://youtu.be/zq8tJo5Ez80

Fonte: Ministério Público do Trabalho

A isenção de IPI voltou para compra de carro 0km por PCD!

A isenção de IPI voltou para compra de carro 0km por PCD!

Depois de muitos meses de espera, foi publicada nesta quinta-feira – 12 de maio – a Instrução Normativa RFB Nº 2.081/2022, regulamentando a aplicação das isenções de IPI para compra de veículos por pessoas com deficiência física, auditiva, mental, visual ou transtorno do espectro autista. Com as novas regras em vigor, serão retomadas as análises dos pedidos em estoque, suspensos desde janeiro deste ano.

Com a vigência da Lei i Nº 14.287, publicada em 31 de dezembro de 2021, foram revogados os dispositivos que fundamentavam a análise dos pedidos e novas hipóteses foram introduzidas, porém, com eficácia pendente de regulamentação, impossibilitando a realização de análises de mérito dos pedidos.

O Decreto Nº 11.063/2022, publicado no dia 5 de maio, definiu os novos critérios para a avaliação de pessoas com deficiência ou com transtorno do espectro autista, permitindo a regulamentação por parte da Receita Federal.

Dentre as principais novidades trazidas pela nova norma, estão o valor do veículo que pode ser comprado com isenção por pessoas com deficiência, passando de R$ 140.000,00 para R$ 200.000,00; e a possibilidade de pessoas com deficiência auditiva aproveitarem também esse benefício fiscal.

Até que a avaliação biopsicossocial seja implementada, os pedidos de isenção para pessoas com deficiência ou transtorno do espectro autista passam a adotar os critérios estabelecidos pela Lei Nº 8.989/1995 e pelo Decreto Nº 11.063/2022

Finalmente o ano começou para as mais de 44 mil pessoas que aguardavam suas isenções de IPI paradas na Receita Federal e para outros milhares que estavam aguardando a regulamentação para colocarem seus pedidos.

Fonte: Revista Reação 

Um robô cão-guia para cegos

Um robô cão-guia para cegos

Imagem com Descrição #PraCegoVer - Fotografia colorida do Cão-guia robótico, ele está em primeiro plano em cima de uma mesa redonda. Atrás vários cão-guias robóticos encostados na parede.

Rede pública oferece atendimento de saúde em domicílio

Rede pública oferece atendimento de saúde em domicílio

Serviço garante que pacientes como Kamilla, do Núcleo Rural Rajadinha, possam contar com assistência domiciliar

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto52/

Kaline (à direita), com a irmã Kamilla e uma enfermeira do serviço especial: “O home care, para nós, foi de uma ajuda absurda” | Foto: Tony Winston/Agência Saúde

Senado debate projetos de acessibilidade em streaming e sites

Senado debate projetos de acessibilidade em streaming e sites

No dia 19 de maio, Dia Mundial de Conscientização sobre a Acessibilidade, propostas sobre o assunto querem tornar mais acessíveis o conteúdo de plataforma de streamings e sites de empresas e governo


Imagem com Descrição #PraCegoVer: Fotografia colorida de um teclado de computador, em zoom, com três teclas azuis no centro: a primeira com o ícone de pessoa cadeirante, a segunda com o ícone de pessoa surda, com o desenho de uma orelha, e a última com o ícone de uma pessoa cega com uma bengala.


Calçadas irregulares, semáforos sem sinais sonoros, vídeos sem audiodescrição ou imagens publicadas sem o chamado texto alternativo descritivo. Essas são barreiras que prejudicam o acesso de pessoas com deficiência e idosas, por exemplo, a uma série de direitos.

“Falar de acessibilidade é garantir cidades com possibilidades do exercício da cidadania. É garantir edificações acessíveis, transportes acessíveis, meios seguros, inclusive, comunicações acessíveis. Isso significa acesso ao trabalho, acesso à educação, acesso à cultura, acesso ao esporte, ao lazer. Isso significa cidadania”, diz a senadora Mara Gabrilli, que possui um projeto que prevê instrumentos de acessibilidade como audiodescrição, legendas ocultas ou janela de libras em plataformas de streaming, em debate no Senado.

Outra proposta, desta vez do senador Alessandro Vieira, do PSDB de Sergipe, determina os elementos de acessibilidade mínimos que sites de empresas e de governos devem conter, como possibilidade de alto contraste, navegação por teclado, alternativa sonora para vídeos e textos, e descrição de áudios.

Da Rádio Senado, pelo jornalista Rodrigo Resende.

Fonte: Vida mais Livre

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live com a Isabela Ribeiro

Live com a Isabela Ribeiro
Converso com a Isabela sobre Autoestima e superação

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020