Microsoft vai investir US$ 25 milhões em acessibilidade

Compartilhe »»

Em evento anual de desenvolvedores, empresa destacou benefícios para mais de um bilhão de usuários com fortalecimento de pesquisas. "Futuro da inteligência artificial para pessoas com deficiência é ilimitado", destacou a presidente da Microsoft Brasil.
        
Luiz Alexandre Souza Ventura

IMAGEM 01: Em evento anual de desenvolvedores, empresa destacou benefícios para mais de um bilhão de usuários com fortalecimento de pesquisas. “Futuro da inteligência artificial para pessoas com deficiência é ilimitado”, destacou a presidente da Microsoft Brasil. DESCRIÇÃO DA IMAGEM PARA CEGO VER: Duas mulheres e um homem conversam e estão sorrindo. Elas estão em pé e ele está em uma cadeira de rodas, com a cabeça apoiada e olha para a tela de um computador que controla a cadeira. Crédito da foto: Reprodução

A Microsoft vai investir US$ 25 milhões (aproximadamente R$ 90 milhões) nos próximos cinco anos para ampliar os recursos de acessibilidade em seus produtos e serviços com aplicação de inteligência artificial (artificial intelligence).

O anúncio do novo programa AI for Accessibility (IA para Acessibilidade) foi feito nesta segunda-feira, 7, durante o Microsoft Build 2018, evento anual da companhia para desenvolvedores.

Em artigo publicado no Linkedin, a presidente da Microsoft Brasil, Paula Bellizia, ressaltou a importância do programa, que deve beneficiar mais de um bilhão de usuário em todo o mundo.

“Há muitos anos a Microsoft AI and Research desenvolve projetos de acessibilidade. São inovações, lideradas por um cérebro brasileiro, o engenheiro Henrique Malvar, que comanda o grupo de pesquisas NeXt Enable da Microsoft AI and Research”, afirmou a executiva.

Malvar esteve em São Paulo no último mês de março para apresentar um panorama das atividades desenvolvidas por sua equipe. “Inteligência artificial demanda algoritmos complexos e tecnologia pesada”, explicou o pesquisador, que apresentou estudos para novas soluções voltadas às pessoas com deficiência auditiva, inclusive para uso de língua de sinais, no Brasil e nos Estados Unidos.

“O futuro da inteligência artificial para pessoas com deficiência é ilimitado. Nossas iniciativas em prol da acessibilidade estão fundamentadas na nossa missão de empoderar cada pessoa e organização no planeta a conquistar mais. Juntos, podemos contribuir para um mundo mais inclusivo”, afirma a presidente da Microsoft Brasil (clique aqui para ler o artigo).


Fonte: Estadão

Nenhum comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.