17/02/2017

Hotel Acqua Suites, cria circuito de aventura acessível na praia da Pajuçara

Mergulho adaptado com a deputada estadual Thaise Guedes


O Acqua Suítes, lançado no mês de dezembro na capital alagoana, possui uma estrutura totalmente adaptada para cadeirantes e outros portadores de necessidades especiais. Além de cumprir todas as exigências técnicas de acessibilidade, o empreendimento possui elevadores na entradas do hotel e um quarto adaptado que recebe até cinco pessoas, possui dois banheiros e amplo espaço com a proposta de facilitar a circulação dos cadeirantes. Além disso, a equipe se utiliza de um aplicativo voltado para comunicação com surdos, que faz a tradução de áudios em linguagem de libras.

Exatamente em frente ao hotel, os hóspedes podem embarcar em uma aventura única: um traslado em jangadas acessíveis que levam até incríveis piscinas naturais de águas mornas. Some-se a isso a geografia plana de uma cidade litorânea, praias de águas abrigadas por recifes de corais – perfeitas para o mergulho acessível a poucos metros do hotel. O moderno aeroporto da capital também é o que oferece as melhores condições de acessibilidade dentro das normas técnicas no Nordeste. De acordo com diretora comercial do Acqua Suítes, Adriana Vasconcelos, “a ideia é proporcionar uma experiência completa para os hóspedes com necessidades especiais, que vai desde uma hospedagem idealizada para recebê-los com o máximo de conforto, até a parceria com operadores que vão oferecer atividades de aventura inesquecíveis para estes hóspedes”, conta.

Navegue embalado pelo vento

Entre os atrativos adaptados, certamente as jangadas que realizam passeios até as Piscinas da Pajuçara são destaque.  Mais largas que as do modelo tradicional,  as jangadas acessíveis que ficam em frente ao Acqua  são capazes de transportar até seis pessoas cada uma, incluindo duas cadeiras de rodas em cada. “Existem no Brasil, mais de 40 milhões de pessoas com pelo menos algum tipo de deficiência que precisam ser incluídas socialmente”, defende Adriana.
Jangadas acessíveis para cadeiras de rodas

Para quem quer ir mais além no quesito aventura, uma  atividade muito inspiradora em Maceió, especialmente para cadeirantes, é o mergulho autônomo, oferecido pela operadora Let’s Dive.

Segundo a sócia e instrutora de mergulho da empresa, Fernanda Paiva, essa atividade é perfeita porque a água lhes proporciona uma experiência de mobilidade que eles não têm normalmente. “Quando a pessoa está na água, flutuando com a ajuda do equipamento de mergulho, ela se move tranquilamente com liberdade e autonomia, esquece completamente da rotina lá fora, descobre um mundo novo e supera desafios”, conta Fernanda.

“Para mim, trabalhar com esse tipo de público é muito gratificante, porque a vivência deles é muito intensa e o retorno totalmente positivo”, emenda a instrutora, que oferece mergulhos de batismo (primeira experiência de mergulho) na Piscina do Amor, uma piscina naturalmente aquecida a 26 graus que fica a cerca de 2 kms da praia e é cercada por recifes de corais. Para quem preferir, é possível alcançar as piscinas remando de stand up padle com a operadora Pá na Água que desenvolveu uma adaptação para acoplar as cadeiras de roda. Hoje, os cadeirantes podem participar de qualquer expedição da operadora que incluem passeios em rios, lagoas e diversas praias de Alagoas. A diretora do Acqua Adriana Vasconcelos, acredita que quando essas possibilidades são divulgadas, o destino começa, aos poucos, a se tornar um destino mais acolhedor de todos os pontos de vista e o aumento desse tipo de público é uma consequência.



Fonte: Hotel Acqua Suítes
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.