11/02/2015

Brasileira com paralisia cerebral fica em pé após cirurgia

Júlia foi diagnosticada com leucomalácia periventricular nível três, doença que causa um enrijecimento muscular, o que acaba comprometendo os movimentos dos membros


A pequena Júlia Marqueti Ferraz, 5 anos, passou por uma cirurgia na medula no St. Louis Children's Hospital, nos Estados Unidos. A intervenção cirúrgica começou a apresentar resultados quatro dias após a operação.  Júlia, que tem paralisia cerebral, conseguiu ficar em pé pela primeira vez. A tentativa de colocar a menina em pé aconteceu na noite desta segunda-feira (9). O retorno da família Ferraz está marcado para o dia 7 de março. As informações são do portal G1.

A intervenção cirúrgica levou a um impasse com o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, que afirmou ser capaz de realizar a operação. A família de Júlia foi ao Tribunal Regional Federal para que o ministério da Saúde arcasse com os custos da operação, US$ 42 mil, que foi realizado por médico estadunidenses.

Júlia foi diagnosticada com leucomalácia periventricular nível três, doença que causa um enrijecimento muscular, o que acaba comprometendo os movimentos dos membros. A menina depende dos pais para realizar tarefas diárias básicas e usa um andador para poder se locomover.
Parte superior do formulário




Fonte: O Tempo
Proxima Anterior Inicio