01/04/2013

Unicamp - Pesquisa aprova videogame contra a paralisia cerebral.


Estudo mostrou benefícios do Nintendo Wii para pacientes debilitados; uso também é aprovado para reabilitação.

Isabela Palhares - Campinas
Fotos: Divulgação
Profissional demonstra utilização de
videogame para tratamento de paralisia
cerebral na Unicamp 
   Estudos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) comprovam que videogames como o Nintendo Wii auxiliam no desenvolvimento ações motoras do cérebro, que permitem que pessoas com paralisia cerebral consigam aprender e desenvolver determinados movimentos.
    A constatação desses benefícios tem levado fisioterapeutas a adotar jogos virtuais de uso convencional para o desenvolvimento de programas motores cerebrais que, aplicados ao longo do tempo, possam permitir aprendizados motores em pessoas com essa doença.
   Estas constatações levaram a fisioterapeuta Poliana Chiemi Yamagute Costa, pesquisadora da Unicamp, a se propor a estudar os resultados decorrentes do uso do Nintendo Wii como atividade motora complementar nos portadores de paralisia cerebral.
   O seu trabalho teve como objetivo analisar as mudanças que o uso do sistema de realidade virtual Nintendo Wii pode provocar, quando associado à fisioterapia convencional, na função motora grossa, mais especificamente, no alinhamento postural e nos equilíbrios estático e dinâmico de crianças e adolescentes com paralisia cerebral, ou seja, capazes de caminhar sem suporte externo. Embora essa ferramenta já seja bastante utilizada, o estudo, segundo a pesquisadora, é o primeiro realizado sobre o tema no Brasil.

PARALISIA
   A paralisia cerebral acomete pessoas que sofreram algum tipo de lesão cerebral que desencadeia problemas motores que podem atingir diferentes e várias partes do corpo.
   Para a pesquisa, Poliana separou 12 crianças em grupos de seis, submetendo um deles a apenas a terapia convencional e o outro a fisioterapia e à wiireabilitação. Ela comparou então o desenvolvimento da função motora grossa nesses dois grupos, que é muito trabalhada na fisioterapia convencional. A função motora grossa envolve o dia a dia funcional de uma criança: descer e subir escadas, levantar e sentar, equilibrar-se, por exemplo.
   Em três meses, nas crianças que foram submetidas à wiiterapia notou-se melhora na função motora grossa envolvendo movimentos realizados no dia a dia. “Os meus resultados me permitem afirmar que as mudanças observadas foram a melhora significativa do equilíbrio estático e a melhora da função motora grossa. Se o objetivo da terapia é o de melhorar esse equilíbrio e a função motora grossa, a ferramenta é indicada, mas para modificar o alinhamento postural e o equilíbrio dinâmico recomenda-se a utilização de outros métodos. É sabido, entretanto, que o processo traz benefícios para diversos tipos de disfunções motoras”.

Videogame é utilizado em reabilitação
| Eduardo Schiavoni

   O Wii, videogame japonês da Nintendo, ganhou popularidade entre os jovens por divertir e ao mesmo tempo ajudar a suar a camisa. Por isso, tem sido utilizado por fisioterapeutas não só no combate à paralisia como também em trabalhos de reabilitação muscular e motora.
   De acordo com o fisioterapeuta que supervisiona o uso do Wii na Unicid (Universidade Cidade de São Paulo), Fábio Navarro Cyrillo, a idéia de usar realidade virtual na fisioterapia surgiu após ter participado de estágio em um dos centros de reabilitação da Universidade McGill, em Montreal, no Canadá, em julho de 2008.
   “Na clínica, o console está sendo utilizado como um recurso adicional ao programa de reabilitação, por exigir que os jogadores executem movimentos que ajudem a reconquistar o equilíbrio, coordenação, resistência e força muscular, além de estimular a atividade cerebral e aumentar a capacidade de concentração”, explica Cyrillo.
   Segundo o fisioterapeuta, a realidade virtual está sendo utilizada em outros países há cerca de dez anos, com ótimos resultados. “O esforço para executar as atividades provoca uma verdadeira transformação no empenho e dedicação do paciente no processo de reabilitação. Apesar de ser um recurso recente, pesquisas já comprovam a sua eficácia”. As sessões e incluem exercícios que simulam partidas de tênis, boliche, boxe e golfe.

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.