Detran começa a emitir carteira de identificação para pessoas com deficiência

Compartilhe »»

Emissão do documento será gratuita e associada a um crachá com informações sobre a deficiência do cidadão - Divulgação / Alexandre Simonini

Rio - A partir desta segunda-feira, o Detran-RJ começa a emitir uma carteira de identificação para pessoas com deficiência. De acordo com o órgão, o objetivo é facilitar a rotina dos usuários e emissão, que é gratuita, pode ser solicitada em todos os postos de atendimento da identificação do departamento. 

A emissão foi autorizada após o governador sancionar o projeto de lei de autoria do deputado Jânio Mendes. Nesta manhã, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o Detran entregou as três primeiras carteiras de identidade.

“Esta lei é um grande avanço para as pessoas com algum tipo de deficiência no nosso estado. Os números impressionam. A nova carteira permite que todos tenham acesso às informações fundamentais e pessoais, em momentos de emergência dessas pessoas. Esta carteira e o crachá vão facilitar a todos. Não tenho dúvidas de que vai ajudar muito os cidadãos”, destacou André Monica, vice presidente do Detran.

Vinicius Ferreira, Ayrton Senna Becalle e Thiago Fernandes foram as três primeiras pessoas no estado a receberem os seus documentos. “Ter deficiência e não ter uma identidade como essa é como esconder quem somos. Eu sou deficiente e tenho orgulho disso. Esses documentos vão ser muito efetivos na vida de todos nós”, destacou Vinicius Ferreira, autista, de 25 anos.

“Agora quando eu tiver que não esperar numa fila não vou precisar comprovar a minha deficiente. As pessoas ainda têm muito preconceito. Mas nós, deficientes, precisamos de respeito, e a carteira e o crachá vai ajudar muito”, disse Ayrton Senna Becalle, de 18 anos, que tem paralisia cerebral.

Thiago Fernandes, de 39 anos, que tem Síndrome de Down também comemorou o documento. “Vai ser muito útil para me identificar. Só vai facilitar”.

De acordo com o IBGE, o estado do Rio de Janeiro conta com cerca de 3,9 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o que representa 24,4% da população, segundo dados do Censo 2010.

A nova carteira

A carteira de identidade é similar à documentação original. A diferença é que sobre a foto há a expressão “pessoa com deficiência”. Junto com a carteira, o deficiente receberá um crachá de identificação, com informações sobre a deficiência. No crachá, haverá nome, foto, número da identidade, data de nascimento, especificação do tipo de deficiência, descrição de remédios de uso contínuo, descrição de tipos de alergia e contato para caso de emergências.

Fonte: O Dia

Nenhum comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.