04/06/2015

Halterofilista colombiano domina categoria até 72kg e bate recorde das Américas no Circuito Caixa Loterias


O segundo dia de competição no halterofilismo no Circuito Caixa Loterias – etapa regional Centro/Leste, em Uberlândia (MG), teve quebra de recorde das Américas. A marca foi superada na categoria masculina até 72kg pelo colombiano Jainer Cantillo, que levantou 203kg para registrar o recorde.

Com o peso alcançado, Cantillo superou os medalhistas de prata e bronze, respectivamente, João Batista, com 165kg na barra, e Ezequiel Corrêa, com 150kg. 

Feliz com a conquista, Cantillo explicou que gosta de competir no Brasil. “É um bom lugar para competir. Tem atletas bons, a hospitalidade é muito boa e as provas são bem organizadas. E tenho sorte aqui. Vim pela primeira vez em 2007, nos Jogos Parapan-Americanos do Rio, e bati um recorde das Américas. Depois voltei sempre que pude e hoje consegui mais uma vez o recorde”, disse.
Durante a tarde, as disputas foram nas categorias médio feminino (unificado até
 61kg e até 67kg), até 80kg masculino e até 88kg masculino. Entre as mulheres, o destaque foi Terezinha Santos (até 67kg). A potiguar levantou 88kg na barra para ficar com o título da divisão e ainda aumentar em 1kg o recorde brasileiro.

Completaram o pódio Maraísa Moral, que alcançou 60kg, e Fernanda Souza, com a marca de 45kg. Entre as mulheres até 61kg a medalha de ouro ficou com Maria do Socorro dos Santos, com 76kg na barra. Ela foi seguida por Rene Belcássia, com 74kg, e Camila Andrade, com 60kg. 

Entre os homens, o pódio da divisão até 80kg foi formado por Evânio da Silva, com 187kg, em primeiro; Ailton de Souza, com 150kg, em segundo; e Dario da Silva, com 128kg, em terceiro. A última categoria do dia – até 88kg – terminou com Rodrigo Marques como campeão. O atleta levantou 180kg para ficar com o ouro. Completaram o pódio Reinaldo de Carvalho e Denilson Raimundo de Souza, ambos com 155kg. Porém, Reinaldo ficou com a prata por ser mais leve que Denílson, que ficou com o bronze. 

Neste domingo, os atletas mais pesados, tanto no masculino quanto no feminino, voltam a competir na modalidade. A pesagem começa às 8h, e as provas têm início às 10h, no Sesi Gravatás.

Assessoria de imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

Fonte: CPB
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.