10/05/2015

4 histórias de mães famosas e brasileiras que têm filhos especiais



Batalhadoras, guerreiras e vitoriosas. Conheça quatro mães famosas que não desistem nunca, e são apaixonadas por seu filhotes.

1- Isabel Fillardis 
 

Isabel Fillardis e o filho Jamal (Foto: Agnews/Roberto Filho) 
Isabel Fillardis é uma atriz e modelo brasileira.



Casada, e mãe de Analuz, Isabel ficou grávida de seu segundo filho, Jamal Anuar, e dois meses após o nascimento da criança, descobriu que ele tinha Síndrome de West, um tipo epilepsia que altera o desenvolvimento mental. Sensibilizada, decidiu lutar pela causa das pessoas que têm essa síndrome e, em 2006, lançou a campanha A Força do Bem, dedicada a promover auxílio a pessoas que necessitam de cuidados especiais (deficientes visuais, mentais, auditivos e/ou motores), e que não tenham condições para isso. 

“Crianças especiais são como borboletas. Têm o tempo certo de florescer, pôr as asas e sair do casulo”, afirma Fillardis.

Fillardis aos 40 anos teve Kalel, hoje está com 1 ano de idade.

 
2- Ticiane Pinheiro 
 

Ticiane e a filha Rafaella (Imagem: M de Mulher)
Ticiane é apresentadora de programas. Foi casada com o com o publicitário paulista Roberto Justus, com quem teve uma filha, Rafaella. Depois de pouco mais de sete anos juntos, o casamento chegou ao fim. 
 
A filha Rafaella tem Estenose crânio-facial, ou cranioestenose, que é uma má formação óssea do crânio. Rafaella fez cirurgia para correção.  
 
“Você mudou a minha vida. Você me fez conhecer o amor pleno. Todos os meus problemas ficaram pequenos depois que eu ganhei você. Você é o grande amor da minha vida. É impossível eu chegar em casa e não ficar feliz com a sua presença. Você me sustenta minha filha”, diz emocionada Ticiane.


 
3-Bel Kutner
 


Bel Kutner e o filho Davi (Imagem: Revista Ego)

Bel é atriz, filha filha dos atores Dina Sfat e Paulo José.


Mãe de Davi, autista e portador de esclerose tuberosa – enfermidade que causa tumores benignos no cérebro e em órgãos como rins, coração e pulmão -, não se deixa abalar pelos problemas e afirma: “Tento agir como se eu fosse a pessoa mais bem-sucedida e incrível do universo”, afirma. 

Ainda não há cura para essa síndrome, apenas tratamento para seus sintomas.O tratamento é sintomático, isto é, procura-se sanar os sintomas que se manifestam, e normalmente é acompanhado da aplicação de anticonvulsivantes no intuito de se controlar as crises convulsivas presentes na maioria dos casos. 

4- Fernanda Young 


Fernanda Young com os filhos (Manuela Scarpa/Photo Rio News)
Fernanda é escritora, atriz e apresentadora de TV.  Ela é mãe de gêmeas que hoje têm 10 anos e John 1 ano. Também adotou uma filha, Catarina, de 2 anos, que tem hidrocefalia. 

“O problema foi um cisto aracnoide (lesões congênitas da membrana aracnoide, que envolve o cérebro, que se expandem com as secreções de fluido no cérebro), que conduziu à hidrocefalia (acúmulo de líquido no interior da cavidade craniana). Percebemos antes que ela chegasse a ter convulsões, o que poderia deixá-la com problemas mentais”, afirmou Fernanda a Revista Quem. 

Fernanda conta que boa parte da recuperação de Catarina veio com a ajuda da equoterapia (método que usa o cavalo como instrumento terapêutico em pessoas com deficiência).

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.