10/06/2014

Adolescente caminha 64 km com irmão nas costas para alertar sobre paralisia cerebral

Irmão levou caçula com paralisia cerebral em caminhada entre duas cidades - Chris Asadian / AP

RIO - Um adolescente caminhou 64 km por 30 horas com seu irmão de 7 anos nas costas para chamar a atenção sobre investimentos em ferramentas inovadoras que possam aumentar a mobilidade daqueles que não possuem funcionamento locomotivo pleno. O irmão de Hunter Gandee possui paralisia cerebral e não consegue andar sozinho.

Durante a caminhada, os irmão enfrentaram dificuldades durante os dois dias de caminhada iniciada na cidade de Temperance, onde os dois moram. Seu irmão Braden nasceu com paralisia cerebral e, em entrevista a uma emissora de televisão, Hunter afirmou que teve a ideia após conseguir arrecadar US$ 350 vendendo pulseira verdes para o mês da consciência sobre paralisia cerebral na sua escola. Depois disso, ele queria que seus esforços chegassem em outras pessoas.

— Queremos que as crianças entendam Braden — afirmou.

Inspirado pelo sonho da mãe de levar o caçula para uma cidade vizinha onde a família já tinha passado férias, Hunter planejou a ação que levou dois meses até ser feita. A iniciativa contou com o apoio de outro membros da família e quase terminou antes do previsto devido o cansaço nas pernas de Hunter. Mas, depois de um rápido descanso, os irmão completaram a missão em 30 horas.

— Nós passamos por isso e agora estamos aqui — afirmou no final.

Em sua página no Facebook, a família diz que tem esperança de que a caminhada vai ganhar a atenção de engenheiros e médicos para a “necessidade de ideias inovadoras para auxiliar a locomoção e procedimentos médicos”.



Fonte: O Globo
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.