24/03/2014

Maranhão inaugura o primeiro Centro-Dia de Referência da Pessoa com Deficiência


Foi inaugurado, nesta terça-feira (18), o primeiro Centro-Dia de Referência da Pessoa com Deficiência do Maranhão, no bairro da Cidade Operária, em São Luís. Criado a partir de uma parceria entre os Governos Federal, Estadual e Municipal, o Centro-Dia de Referência da Pessoa com Deficiência é uma unidade especializada tipificada no Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência e suas famílias. O objetivo é ofertar, durante o dia, cuidados pessoais a jovens e adultos com deficiência em situação de dependência em apoio aos cuidadores familiares.

Com uma estrutura totalmente adaptada para receber usuários com todos os tipos de deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e múltipla), o Centro-Dia terá capacidade para atender 60 pessoas, entre 18 e 60 anos, sendo 30 em cada turno. Representando o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a secretária Nacional de Assistência Social, Denise Colin, afirmou que são oferecidos serviços de apoio e orientação, inclusive no domicílio, aos cuidadores e familiares, incentivando a autonomia da pessoa com deficiência e de seu cuidador.

De acordo com a secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania, Luiza Oliveira, o Centro-Dia faz parte do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência “Viver sem Limites” do Governo Federal, no qual o Governo do Maranhão fez adesão em 2013. “Este é um grande passo que o Maranhão deu para a efetivação da política de direitos da pessoa com deficiência no nosso Estado. O Governo do Maranhão tem a consciência do seu papel na execução dessa política, por isso aderimos ao Plano Viver sem Limites que prevê outras ações como o transporte escolar acessível, para viabilizar o acesso dos alunos com deficiência às instituições de ensino; a adequação arquitetônica de escolas públicas e instituições federais de ensino superior, além de muitas outras ações”, informou Luiza Oliveira.

 “As autoridades do Maranhão e, principalmente, a comunidade estão de parabéns pelo excelente trabalho que vem sido desenvolvido, em São Luís. Aqui, os usuários podem usufruir de serviços direcionados a eles e seus familiares, e totalmente alinhados com as normativas do Sistema Único de Assistência Social (Suas), referenciada ao Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas)”, afirmou Denise Colin.

Além de oferecer um conjunto variado de atividades de convivência na comunidade e no domicílio com o objetivo de ampliar as relações sociais e evitar o isolamento social, o Centro-Dia conta com profissionais cuidadores que integram a equipe do serviço e assessoram o usuário em todas as atividades da vida diária como locomoção e deslocamento; na administração de medicamentos indicados por via oral e de uso externo, prescrito por profissionais; na ingestão assistida de alimentos; na higiene e cuidados pessoais; orientação sobre prevenção de acidentes; realização de atividades recreativas e ocupacionais; de promoção de saúde, cuidados e autocuidado.

Apesar de ter sido inaugurado oficialmente, nesta terça-feira, o Centro-Dia já está em funcionamento e, atualmente, atende a 21 usuários. Os serviços do Centro são gratuitos e podem ser acessados por meio de demanda espontânea; encaminhamentos pelos serviços do Suas; busca ativa do Cras; ou pelos outros serviços no território.O atendimento à pessoa com deficiência tem início com a acolhida e a escuta qualificada de suas demandas, a construção conjunta de um Plano Individual ou Familiar de Atendimento, onde serão definidas as atividades a serem desenvolvidas, as condições de acesso e permanência no Centro, os compromissos das partes envolvidas, as capacidades e ofertas disponibilizadas pelas partes, as dificuldades a serem superadas conjuntamente, os resultados esperados e a forma de acompanhamento dos resultados.

A cerimônia de inauguração contou com a presença dos secretários de Estado José Antônio Heluy (Trabalho e Economia Solidária); Catharina Bacelar (Mulher); além do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior; secretários municipais; deputados estaduais e o presidente do Conselho Estadual de Direitos da Pessoa com Deficiência, Dylson Ramos Bessa Junior.


Fonte: O Quarto Poder
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.