06/07/2013

Receptivo torna viagem inesquecível para jovem com deficiência física


Mais que uma experiência única, a viagem da jovem Camila Lima a Porto de Galinhas (PE) rendeu belas imagens e lembranças que nunca serão esquecidas. Isso porque, além da ótima experiência que teve com o receptivo local, esta foi a primeira vez que ela viajou sem a companhia de sua mãe. Aos 25 anos de idade, Camila - que é tetraplégica - diz ter se surpreendido positivamente com a viagem.

"Apesar de a cidade não ser tão adaptada, as pessoas fazem com que você se sinta totalmente integrada a tudo. Isso sem falar no hotel, que me disponibilizou uma suíte adaptada e muito confortável, o que fez com que minha estadia por lá fosse perfeita", conta ela, que viajou acompanhada da amiga Amanda Lobo.

No roteiro, Camila destaca alguns passeios como a ida à Praia dos Carneiros; o passeio de bugue; e o passeio de jangada acessível, em que Camila embarcou com cadeira e tudo. "Lá tinha uma rampa e subi com a cadeira pra fazer um passeio maravilhoso", conta.

Para ela, mais que estar adaptada, a cidade se destaca pelas pessoas, que são muito bem preparadas. "Eles sabem lidar com pessoas com deficiência e isso fez com que eu me sentisse muito bem. Até me surpreendi um pouco, pois era tudo muito perfeito", destaca Camila. Ela aproveitou a ida ao Nordeste para esticar o passeio e foi conhecer as piscinas naturais de Maragogi (AL). "Lá eu também me senti muito bem e o lugar tem um visual incrível. Espero voltar em breve e encontrar a cidade fisicamente acessível", conclui Camila.

Fonte: Revista Incluir

Sou fã desta menina. Beijo grande Camila.
Fernanda Zago
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.