05/06/2013

Curitiba ganha placas com nomes de ruas em braile

Pessoas com deficiência já começam a 
se beneficiar das novas identificações.

O prefeito de Curitiba prestigiou o lançamento de dois outros projetos da cidade. Um deles é a implantação de placas de nomenclatura em Braille. São 100 postes entre os bairros Centro e São Francisco contendo as seguintes informações para orientar as pessoas com deficiência visual: nome da rua, numeração da rua naquela quadra e nome do bairro.

Fruet conferiu a placa instalada na Travessa Oliveira Belo. A Secretária da Pessoa com Deficiência, Mirella Prosdócimo, acompanhou o prefeito e disse estar muito feliz com a iniciativa. “Cada ato que configure a inclusão social e dê mais independência para as pessoas com deficiência é fundamental”, comemorou Mirella.

Essa é a reedição de um projeto que foi criado em 1984, em Curitiba, pelo atual presidente do Ippuc, Sérgio Pires, e por João Cid Campelo, ambos funcionários do Instituto. Naquele ano, foram instaladas 180 placas em Braille nas ruas da cidade.

Prefeito e secretários ainda passaram pela Boca Maldita, onde está instalado o primeiro QR Code da cidade, formado com pedras em petit-pavé. Ao ser fotografado, o código dá acesso a informações turísticas sobre a própria Boca Maldita e a Rua XV de Novembro.


Fonte: Paraná Online e Turismo Adaptado
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.