31/05/2013

Mais um passo rumo ao Centro Paraolímpico Brasileiro

É dado o pontapé inicial para a construção do Centro Paraolímpico Brasileiro: edital para licitação será publicado.
Equipe da Caixa (Cadu, Silvio e Nédio); Secretária Dra. Linamara; Chefe de Gabinete, Alexandre Perroni; a arquiteta Mei Ling; e Silvana Olim, da Secretaria

O Estado de São Paulo dá um novo e histórico passo rumo à realização do Centro Paraolímpico Brasileiro. Reuniram-se na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na segunda, 27, em São Paulo, a equipe da Caixa Econômica Federal (Nédio Henrique Rosseli Filho, Gerente regional da superintendência Paulista da Caixa; Silvio Carlos Heitor Jorge e Carlos Eduardo Gomes Carneiro, ambos da Coordenadoria de Repasse) que, após análise da documentação voltada à licitação das obras, aprovou, sem restrições, a publicação do edital. 

O projeto de construção do Centro Paraolímpico Brasileiro, que será erguido no Parque Fontes do Ipiranga, na zona sul da cidade de São Paulo é pioneiro no país e será o principal legado de estrutura dos jogos "Rio 2016" para o esporte paraolímpico, configurando-se como principal centro de excelência do Brasil e da América Latina e um dos melhores do mundo voltado à preparação de atletas do paradesporto. O local servirá para treinamentos, competições e intercâmbios de atletas e seleções; preparação física; cursos para técnicos, árbitros, gestores e profissionais do esporte; além do desenvolvimento das ciências do esporte, no conceito de atuação interdisciplinar envolvendo fisioterapia, psicologia, fisiologia, nutrição e metodologia do treinamento, entre outras áreas.
 
O Centro congregará 15 modalidades de esportes paraolímpicos: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, natação, esgrima, futebol de 5, futebol de 7, goalball, halterofilismo, judô, rúgbi, tênis, tênis de mesa,  voleibol sentado e triatlon. A concentração de modalidades em um só local é inspirada em países como Ucrânia, China e Coreia do Sul, que adotaram o mesmo modelo e obtiveram sucesso na preparação de atletas e seleções. A área construída está projetada em 94 mil metros quadrados.

A primeira etapa do projeto, com previsão de início de licitação em maio deste ano, foi cumprida. O Centro Paraolímpico Brasileiro foi anunciado no Palácio dos Bandeirantes, no aniversário de São Paulo, 25 de janeiro deste ano, com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff; a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella; o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; e o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo.
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.