26/04/2013

SP investirá R$ 2 milhões em projetos de acessibilidade ao conteúdo de bens culturais


Parceria entre a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Cultura prevê adaptação de espetáculos, exposições e equipamentos para pessoas com deficiência

Hoje, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Secretaria de Estado da Cultura anunciam uma parceria no valor de R$ 2 milhões para viabilizar a implantação de recursos de acessibilidade em produtos culturais diversos. A parceira será oficializada durante o I Seminário sobre Cultura e Acessibilidade, realizado nos dias 23 e 24 de abril, na Oficina Oswald de Andrade. Após o anúncio, o público do evento contará, ainda, com apresentação artística do Ballet Fernanda Bianchini, com bailarinas cegas, além de palestras e oficinas.

Do total investido, R$ 1,2 milhão do orçamento da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência será repassado para a Secretaria da Cultura a fim de possibilitar a adaptação de determinados espetáculos no Teatro Sérgio Cardoso, Theatro São Pedro e Teatro de Araras, no Festival Paulista de Circo, assim como a adaptação de produções da São Paulo Companhia de Dança e do programa Ópera Curta.

Este valor inclui, ainda, o lançamento de editais específicos do ProAC – o programa de incentivo à cultura do Estado – para apoiar financeiramente iniciativas independentes que visem promover a acessibilidade a bens culturais. Haverá um edital exclusivo para a promoção da acessibilidade comunicacional para espetáculos e produtos culturais não inéditos e outro complementar, que prevê a circulação de exposições de Artes Visuais para cegos.

Os outros R$ 800 mil serão investidos pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, com apoio técnico da Secretaria da Cultura, em convênios com bibliotecas públicas municipais para possibilitar a compra de equipamentos que promovam acessibilidade e leitura para cegos, além da adaptação física destes ambientes.

O Circo também terá espetáculos adaptados

Em virtude da parceria, espetáculos de dança, ópera, teatro adulto e infantil no Teatro Sérgio Cardoso e no Theatro São Pedro terão récitas especiais com recursos como audiodescrição, legendagem e libras.  O programa de circulação Ópera Curta, que só neste ano atenderá 28 cidades com as obras Carmen, La Traviata e La Bohème, também promoverá espetáculos acessíveis no interior e litoral do Estado.

Já a São Paulo Companhia de Dança realizará a adaptação de espetáculos determinados, com audiodescrição, para apresentações tanto em São Paulo quanto no interior e litoral. No Festival Paulista de Circo, previsto para setembro em Piracicaba, parte da programação também será adaptada para atender a este público específico.

Fonte: Revista Incluir

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.