01/12/2012

Deficientes auditivos contam com apoio especial em provas da UEPA


   Duas horas a mais para a realização das provas e tradução do comando da redação em língua brasileira de sinais (Libras) são algumas das adaptações que a Universidade Estadual do Pará (Uepa) terá que fazer para atender os candidatos portadores de deficiência auditiva durante as provas dos Processos Seletivos 2013 da universidade, que tem início no dia (2/12/12).
   As provas serão realizadas de 8h às 13h. Porém, os candidatos com deficiência auditiva terão até às 15 horas para responder as questões. Além disso, outra iniciativa da comissão foi a de traduzir o comando da redação para o sistema Libras, a língua nativa dos surdos, por um professor do curso de letras/Libras.
   Este ano, o processo de interpretação das provas será feito somente 30 minutos após a entrega da prova aos candidatos surdos para que os intérpretes possam se familiarizar com as perguntas que precisarão traduzir quando solicitados. Aos intérpretes, e somente a eles, será permitido o manuseio do dicionário libras/português e português/libras.
   "O dicionário é instrumento de trabalho do intérprete para realizar a contento a tradução, e como não será manuseado pelos alunos, não estará se ferindo nenhuma isonomia, nem dando aos candidatos qualquer vantagem que antes o edital já não consignasse, pois o que se obterá com o uso do dicionário é a melhoria da função de traduzir", justificou Wenceslau Otero Junior, vice-presidente da comissão de aperfeiçoamento do Processo Seletivo 2013 da Uepa.
   As provas do Processo Seletivo da Uepa vão ocorrer nos dias 2, 3 e 16 de dezembro, das 8h às 13h, de acordo com o horário de Belém. Os candidatos inscritos pelo Prosel fazem as três etapas em apenas um ano. Já os do Prise devem comparecer aos locais de prova somente no dia destinado à etapa em que está concorrendo. Os portões serão abertos às 7h.

Não esquecer
  No dia da prova, os candidatos deverão ter em mãos documento oficial com foto, como a carteira nacional de habilitação (novo modelo), carteira de identidade ou carteira de trabalho. Não serão aceitos CPF, títulos eleitorais, carteira de estudante, ou quaisquer documentos ilegíveis ou fotocópias.

   Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar os documentos originais por perda, roubo ou furto, será necessário apresentar um atestado de registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 90 dias.

Fonte: G1 
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.