Acessibilidade em festivais de música

Compartilhe

Cintia Alves de Sousa




Festivais de música são excelentes espaços para se reunir com quem a gente ama e sentir a emoção de estar próximo aos nossos artistas favoritos, mas será que todos conseguem ter o mesmo acesso à acessibilidade em festivais?

Quando falamos de festivais para o público com deficiência, logo pensamos em que tipos de barreiras as pessoas terão que enfrentar antes, durante e depois do evento.

A boa notícia é que no Brasil e em diversos países, a acessibilidade em pequenos e grandes eventos já é prioridade e ganha cada dia mais visibilidade no mundo do entretenimento.

Como funciona a acessibilidade em festivais?


Para ser acessível a todos, a organização do evento precisa pensar nos detalhes da experiência, e isso inclui desde o atendimento da compra do ingresso (online ou presencial) até o fim das atrações do festival.

Alguns exemplos de estruturas de acessibilidade em festivais essenciais são rampas, banheiros acessíveis, área reservada com melhor visibilidade do palco, vagas exclusivas de estacionamento, pisos e mapas táteis.

Além disso, nas últimas edições do Rock in Rio, por exemplo, foram disponibilizados serviços gratuitos de empréstimos e oficinas para reparos de cadeiras de rodas, carrinhos de golfe para transporte entre as atrações, além de intérprete de Libras e aplicativo de audiodescrição.

Outro recurso importante é a criação de filtros dentro do site para encontrar as atrações acessíveis, como oferece o Edinburgh Festival Fringe que indica legendas, audiodescrição, interpretação em língua de sinais britânica (British Sign Language – BSL), entre outros.

Música em língua de sinais

A contratação de intérpretes de língua de sinais é cada vez mais solicitada por pessoas com deficiência auditiva, pois para se sentirem incluídas é preciso ir além da vibração da música.

Uma das apresentações viralizadas na internet, é com a intérprete americana Amber Galloway Gallego, que ficou famosa após participar do festival Lollapalooza, traduzindo músicas do grupo Red Hot Chili Peppers.

Apesar do destaque no evento, ela já era considerada uma das mais conceituadas intérpretes de Língua Americana de Sinais (American Sign Language – ASL), justamente por atuar em diversos festivais, com artistas renomados como Snoop Dogg.

Como tornar um evento mais acessível

A organização do evento precisa estar preparada para receber sugestões de como começar ou melhorar a acessibilidade do festival, por isso o primeiro passo é sempre consultar pessoas com deficiência.

Além de todos os recursos citados, manter uma equipe bem informada faz toda diferença para a experiência do consumidor – principalmente em festivais em que é preciso ter contato com diversos funcionários, passando pela recepção, segurança etc.

Uma dica é formar uma equipe diversa, com a participação de pessoas com deficiência.

Por último, não vale esquecer de perguntar o que as pessoas acharam do evento e o que pode ser melhorado.

Dicas de festivais acessíveis pelo mundo

Agora que você já sabe como funciona um festival acessível, confira alguns exemplos de eventos que acontecem no Brasil e no exterior!

No Brasil (versões online)

Rec-Beat

Acontece todos os anos durante o Carnaval de Recife e oferece edições especiais em diversas cidades brasileiras. Conta com a participação de artistas como Céu, Mateus Aleluia e MC Troia.

Acesse o link para a versão em Libras: www.youtube.com/watch?v=wewy6BBQj3c

MIMO Festival

O maior festival de música instrumental do país é realizado em importantes cidades históricas do Brasil e tem a participação de artistas renomados como Otto, Cida Moreira e Duda Brack.

Acesse o link para a versão em Libras: www.youtube.com/watch?v=tqmKxBN8fCQ

Festival Acessa BH

A primeira edição do Festival Acessa BH acontece de 1 a 5 de julho e conta com apresentações de música, dança, teatro, entre outros.

Acesse o link para as versões com legendas, audiodescrições e Libras: www.youtube.com/c/AcessaBH/videos

No Brasil (presenciais)

  • João Rock (Ribeirão Preto, São Paulo)
  • Lollapalooza (São Paulo)
  • Virada Cultural (São Paulo)
  • Rock in Rio (Rio de Janeiro)

No exterior (online e presencial)

  • Accessible Festivals (Estados Unidos)

O movimento de Festivais Acessíveis disponibiliza uma plataforma com eventos em diferentes cidades dos Estados Unidos, além de ter o seu próprio festival, o Inclusion Festival.

Acesse o link do teaser com legendas e Língua de Sinais Americana: https://www.instagram.com/p/CO-wkNPJbCq/

No exterior (presenciais)

  • Latitude Festival (Suffolk, Inglaterra)
  • Download Festival (Leicestershire, Inglaterra)
  • Edinburgh Festival Fringe (Edimburgo, Escócia)
Fonte: Guia de Rodas

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.