Fundação Dorina celebra 75 anos com série

Compartilhe

 


Em 2021, a Fundação Dorina Nowill para Cegos celebra 75 anos e, para dar continuidade às comemorações, a instituição lança a série ‘Encontros’, idealizada com apoio da Unibes Cultural.

Com quatro episódios – que vão ao ar semanalmente, entre os dias 1º e 22 de maio – a atração tem como objetivo oferecer entretenimento e informação sobre a deficiência ao público. Com uma programação diversa, que abrange palestras, apresentações musicais e conversas com convidados especiais.

“Em 75 anos de atuação, nossa Fundação promove a autonomia e a inclusão de pessoas cegas ou com baixa visão e realizar atrações que inspirem e tragam informações para o público faz parte da nossa história. Nosso projeto traz o protagonismo para que pessoas com deficiência possam contar suas histórias de vida, além de outros convidados que irão falar sobre ações voltadas à inclusão e acessibilidade”, conta Alexandre Munck, superintendente executivo da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

75 anos da Fundação Dorina

Além de informar e entreter, a ação tem como meta arrecadar 75 mil reais para a manutenção dos projetos realizados pela entidade. Desde sua fundação, a instituição atua com o propósito de atender gratuitamente pessoas cegas ou com baixa visão e suas famílias, promovendo a reabilitação desse público. As doações poderão ser feitas no site da Fundação Dorina.

O primeiro episódio, que foi ao ar no sábado, dia 1º de maio, aborda o trabalho e tem como convidados profissionais da Fundação Dorina, que tratam questões relacionadas sobre a inclusão de pessoas cegas no mercado de trabalho.

Os demais episódios tratam a inclusão educacional, o acesso à informação e a inclusão.

Os vídeos serão disponibilizados no canal do Youtube da Fundação Dorina.

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos

Celebrando 75 anos de existência, a Fundação Dorina Nowill para Cegos vem trabalhando para que crianças, jovens, adultos e idosos cegos ou com baixa visão sejam incluídos em diferentes cenários sociais.

A instituição oferece serviços gratuitos e especializados de habilitação e reabilitação, dentre eles orientação e mobilidade e clínica de visão subnormal, além de programas de inclusão educacional e profissional.

Responsável por um dos maiores parques gráficos de braille no mundo, com capacidade de impressão de até 450 mil páginas por dia, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é referência na produção e distribuição de materiais nos formatos acessíveis braille, áudio, impressão em fonte ampliada e digital acessível, incluindo o envio gratuito de livros para milhares de escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil.

A instituição também oferece uma gama de serviços em acessibilidade, como cursos, capacitações customizadas, sites acessíveis, audiodescrição e consultorias especializadas. Contando com o apoio fundamental de colaboradores, conselheiros, parceiros, patrocinadores e voluntários, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é reconhecida e respeitada pela seriedade de um trabalho que atravessa décadas e busca conferir independência, autonomia e dignidade às pessoas com deficiência visual.

Fonte: Portal Acesse

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.