SPTrans divulga detalhes sobre serviços de acessibilidade para pessoas com deficiência

Compartilhe


A SPTrans, gerenciadora do transporte coletivo municipal por ônibus da capital paulista, divulgou detalhes sobre serviços de acessibilidade para pessoas com deficiência.

Segundo a gerenciadora, a cidade de São Paulo possui 14.032 ônibus adaptados para receber pessoas com deficiência, sendo 7.646 veículos com elevadores e 6.386 com piso baixo. O número representa 99,86% dos veículos acessíveis.

A SPTrans ressaltou ainda que oferece o Atende+, uma modalidade de transporte porta a porta, gratuito aos seus usuários, oferecido pela Prefeitura de São Paulo, gerenciado pela SPTrans e operado pelas empresas de transporte coletivo do município e cooperativa/empresa de táxi acessível.

“O serviço é voltado às pessoas que não têm condições de mobilidade e acessibilidade autônoma aos meios de transportes convencionais ou que possuam grandes restrições ao acesso e uso de equipamentos urbanos, com deficiência física temporária ou permanente, transtorno do espectro autista e surdocegueira. O serviço conta com 492 veículos que atendem, atualmente, 9.552 usuários, sendo 5.348 pessoas com deficiência e 4.204 acompanhantes”, detalhou.

O usuário que se cadastrar para utilizar o serviço tem o direito a seis viagens regulares por semana e uma viagem esporádica ao mês para fins de consultas médicas. Os agendamentos desses traslados devem ser feitos nos Postos de Atendimento ou telefone 156, respectivamente.

GRATUIDADES

A SPTrans também informou que oferece gratuidade de passagens por meio do Bilhete Único Especial para pessoas com deficiência. Desde o início da pandemia até 30 de novembro, foram 75.677 usuários assistidos por meio do atendimento online.

“Têm direito ao Bilhete Único Especial pessoas com deficiência física, intelectual, visual, auditiva ou múltipla, congênita ou não, que gere incapacidade, total ou parcial, física ou fisiológica. A deficiência se configura pelos comprometimentos e limitações causadas por determinadas patologias. É a caracterização de deficiência, permanente ou temporária, baseada na existência dos comprometimentos e limitações, conforme Portaria Intersecretarial.”

SITE

A SPTrans informou ainda que reformulou e lançou, em março de 2019, um novo modelo de site. “Responsivo, ele é compatível com todos os tamanhos de tela, como computadores, celulares e tablets. Além disso, o site se diferencia pelo tamanho das fontes, cores que seguem as regras de contraste, links facilmente identificados, descrição de fotos, imagens e ícones e intérprete de Libras”.

Com estes serviços, a SPTrans recebeu o Selo de Acessibilidade Digital, certificação emitida pela Comissão Permanente de Acessibilidade, órgão vinculado à Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, responsável pelas políticas de acessibilidade da cidade de São Paulo. A média mensal de acessos ao site da empresa é de 1,8 milhões.

Os procedimentos necessários para solicitar o direito ao uso desses serviços se encontram descritos no site da SPTrans ou podem ser adquiridos por meio do telefone 156.

Fonte: Diário do Transporte – Jessica Marques

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.