Pestalozzi de Brasília ganha micro-ônibus

Compartilhe

O veículo vai transportar idosos e pessoas com deficiência 

Veículo vai reforçar transporte dos atendidos pela Pestalozzi em passeios, visitas de campo e outras saídas | Foto: Dyego Santos / Sedes

O filho da baiana Éden Marquês (71 anos), Robertinho (50), há mais de 30 anos é acompanhado pela Associação Pestalozzi. Morando no Distrito Federal há cerca de 10 anos, ela relata o amor do filho pela instituição. “Nesse momento de pandemia, ele, que tem deficiência intelectual, chegou a ficar doente de tanta saudade. Robertinho tem esse espaço como a casa dele”, relata Éden.

Assim que as atividades presenciais voltarem ao normal, Robertinho e seus colegas vão ter uma surpresa. Um micro-ônibus novo, adaptado para pessoas com deficiência. O veículo vai reforçar o transporte dos atendidos pela Pestalozzi em passeios, visitas de campo e outras saídas externas, como aquelas em que os assistidos têm aulas de jiu-jitsu. “Esse veículo significa mais autonomia para os nossos usuários. Assim, vamos poder oferecer, cada vez mais, um serviço melhor para essas pessoas que tanto precisam”, comemora o presidente da Pestalozzi, Sérgio Belmonte.

O micro-ônibus foi doado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) na manhã desta quinta-feira (12), por meio do programa MOBSuas, do governo federal. Para a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, a mobilidade é uma forma de garantir os direitos dos usuários da Política de Assistência Social.

“Trata-se de uma instituição que cumpre uma linda e fundamental missão, reconhecida nacionalmente. O MOBSuas garante o transporte de qualidade e com segurança para funcionários e usuários dos serviços da Assistência Social”, destaca Mayara.

MOBSuas

O Governo do Distrito Federal (GDF) recebeu do Ministério da Cidadania, em agosto deste ano, cinco micro-ônibus para equipar as unidades de assistência social do DF. Além do automóvel cedido à Pestalozzi, outro foi entregue à entidade filantrópica Vila do Pequenino Jesus. Os demais serão utilizados para o atendimento de crianças, idosos e deficientes das unidades de acolhimento socioassistencial.

Cada um dos veículos do programa MOBSuas custa R$ 279,2 mil e serve para uso urbano e rural. Com capacidade para até 20 pessoas, micro-ônibus são equipados com dispositivo de poltrona móvel para embarque e desembarque de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. O objetivo é proporcionar mais mobilidade aos usuários e às equipes multidisciplinares.

* Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social

Fonte: Agência Brasília

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.