Primeira maquininha de cartão acessível para cegos é lançada na Reatech 2022

Compartilhe

 Equipamento com teclados touch screen e físico, sintetizador de voz e fontes ampliadas, tem certificação da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB)


Os riscos de revelar a senha do cartão de crédito para um conhecido e muitas vezes para funcionárias(os) de lojas na hora de efetuar uma compra é cenário comum para pessoas com deficiência visual. Para acabar com esse constrangimento, está sendo apresentada na Reatech 2022, a primeira máquina de cartão de crédito e débito do mundo totalmente acessível para pessoas cegas e com baixa visão.

MAQUININHA DE CARTÃO ACESSÍVEL

A apresentação da nova tecnologia aconteceu no estande da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB ). Segundo a entidade, o equipamento foi desenvolvido pela empresa de automação bancária e comercial Perto S.A .

“Apesar de bonitas, as novas máquinas touch screen não oferecem autonomia para pessoas com deficiência visual, principalmente para inserir a senha. Já as mais antigas, com teclado físico, não possuem nenhum tipo de acessibilidade. Com isso, muitas vezes ficamos dependentes de pessoas que não conhecemos, sendo obrigados a acreditar que estão colocando as informações corretas”, afirma Milton Carvalho, secretário temático de tecnologia e acesso à informação da ONCB.

Já Beto Pereira, presidente da ONCB, afirma que a maquininha vai beneficiar pessoas cegas e com baixa visão, pois conta com teclado em tela e físico, sintetizador que verbaliza todas as informações e fontes ampliadas, “entre outras tecnologias para garantir a acessibilidade total na hora do pagamento”, informou.

CERTIFICADO DE ACESSIBILIDADE

O equipamento é o primeiro produto a receber o selo Soina de acessibilidade, criado em 2022 pela ONCB, que avalia e certifica produtos e serviços acessíveis a pessoas com deficiência visual.

“A maquininha está pronta. Agora, passamos a uma nova fase, que é o convencimento junto às operadoras de cartão para a necessidade de colocar essa tecnologia no mercado”, explica Pereira. “Isso também envolve a conscientização da sociedade em geral e a mobilização das pessoas cegas ou com baixa visão para que exijam esse direito na hora de fazer compras.”

COBERTURA JORNALÍSTICA DA ONCB

A apresentação da nova tecnologia ao público foi feita pela ONCB (Organização Nacional de Cegos do Brasil) durante a 17ª Reatech — Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade. O evento aconteceu entre 1 e 4 de setembro no São Paulo Expo, em São Paulo. 

A Organização Nacional de Cegos do Brasil também fez a cobertura de rádio e TV com comunicadores cegos e com baixa visão durante feira Reatech 2022. A entidade esteve no São Paulo Expo com uma equipe de 15 profissionais, incluindo jornalistas, radialistas, publicitários e técnicos de áudio e vídeo.

A Reatech foi transmitida integralmente e ao vivo pela Rádio ONCB . A equipe da organização também realizou lives com entrevistas e rodadas de conversa no YouTube, que estão sendo exibidas no canal ONCB na Rede.

PROGRAMA ÁGORA: EMPREGABILIDADE PCD

O estande da Organização Nacional de Cegos do Brasil também teve espaço para a empregabilidade da pessoa com deficiência. O tema foi destaque com a participação do programa Ágora, voltado à inclusão profissional. O programa inclui uma plataforma online que reúne pessoas com deficiência visual, entidades e empresas e oferece serviços como orientação profissional, capacitação e apoio ao empreendedorismo.

O programa Ágora foi criado há mais de 18 anos pela FOAL  (Fundação ONCE para Solidariedade com Pessoas Cegas na América Latina) e trazido para o Brasil pela ONCB, em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro e a Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais. 

SOBRE A ONCB

A Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) é uma organização não governamental sem fins lucrativos resultante do movimento unificado de cegos, fundada em 27 de julho de 2008 na cidade de João Pessoa – Paraíba. A ONCB é a única instituição da sociedade civil em âmbito nacional que representa, de forma direta, cerca de 90 entidades das cinco regiões do país e aproximadamente 7 milhões de pessoas cegas e com baixa visão.

A ONCB é composta por uma equipe qualificada de diretores, conselhos executivos, voluntários e entidades parceiras que prezam por um mundo mais acessível, inclusivo e justo às pessoas cegas e com baixa visão. Atualmente, a organização atua na fiscalização e formulação de políticas públicas e no desenvolvimento de trabalhos que vão desde campanhas de prevenção à cegueira até programas de incentivo ao protagonismo dos brasileiros com deficiência visual

Hoje, somos membro da União Mundial de Cegos (UMC) e da União Latino Americana de Cegos (ULAC). A ONCB também tem assento no Conselho Nacional De Assistência Social (CNAS); Conselho Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE); Conselho Nacional de Saúde (CNS); Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM); Comissão Brasileira do Braille (CBB); Comitê Brasileiro de Organizações representativas das pessoas com deficiência (CRPD).

LINKS ÚTEIS - ONCB

Site: https://www.oncb.org.br/ 

Twitter: https://twitter.com/oncbnarede 

YouTube: https://www.youtube.com/c/ONCBnaRede 

Fonte: Jornalista Inclusivo

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live com a Isabela Ribeiro

Live com a Isabela Ribeiro
Converso com a Isabela sobre Autoestima e superação

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020