Jogos paralímpicos: delegação brasileira será a maior da história em jogos no exterior

Compartilhe

 Brasil está entre os 10 maiores medalhistas nos jogos e pode conquistar sua centésima medalha de ouro.

Por Fátima El Kadri*


Amanhã, dia 24 de agosto, começam os Jogos Paralímpicos de Tóquio, e temos muitos motivos para torcer pelos nossos atletas. 

Segundo informações do Comitê Paralímpico Brasileiro, teremos a maior delegação já vista em jogos fora do país, com 259 atletas (incluindo atletas sem deficiência como guias, calheiros, goleiros e timoneiro), sendo 163 homens e 96 mulheres, além de comissão técnica, médica e administrativa, totalizando 435 pessoas. 

Esse número foi superado apenas na Rio 2016, quando o país teve 286 atletas, com representantes em todas as modalidades esportivas. 

Para entrar no clima dos jogos, confira mais algumas curiosidades sobre a participação do Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio!

  • Na Rio-2016, ficamos com o 8º lugar no quadro geral de medalhas. A meta do CPB é manter-se entre as dez principais potências do planeta nesta edição.
  • O
    CPB estabeleceu que 38% da delegação deveria ser composta por mulheres. Com 95 atletas mulheres no total, a equipe feminina chega a 40%, superando essa meta. 
  • A modalidade com maior número de representantes brasileiros é o atletismo, com 65 pessoas e 19 atletas-guia. Vale dizer que o Brasil conquistou o segundo lugar no último campeonato mundial do esporte, disputado em 2019.
  • O Brasil pode conquistar a sua centésima medalha de ouro paralímpica em Tóquio. Contando todas as edições, nossos atletas já subiram 87 vezes ao lugar mais alto do pódio. 
  • A delegação paralímpica brasileira contém atletas de 22 estados em 20 modalidades, sendo a maioria de São Paulo (60) e Rio de Janeiro (25).
  • Assim como nos Jogos Olímpicos, esta edição dos Jogos Paralímpicos terá a estreia de duas novas modalidades: o parabadminton e o parataekwondo.

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio terminam no dia 5 de setembro, com a disputa das provas de maratona masculina e feminina. Então, prepare-se para torcer!

*Dados extraídos do site do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro).

Fonte: Câmara Inclusão

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.