Audiodescrição em plataformas de streaming

Compartilhe

 Confira como funciona a produção e o acesso aos conteúdos audiovisuais com audiodescrição

Descrição de Imagem #PraCegoVer: A imagem mostra a tela de uma tv com a Anitta cantando e na frente a tela de escolha dos idiomas e das legendas

Nunca foi tão fácil viajar o mundo, descobrir novos lugares e adquirir conhecimento de outras culturas, através das telas de smartphones, tablets, TVs e computadores.

Isso porque o surgimento das plataformas de streaming de vídeo (áudio e imagem), possibilitou o acesso a diversos conteúdos de audiovisual, antes disponíveis somente nos telões dos cinemas e em algumas regiões do mapa.

Essas plataformas de streaming são sites, geralmente pagos, que disponibilizam um catálogo de filmes, séries, shows e documentários.

Além da audiodescrição, também pode estar disponível legendas ocultas, conversão de texto em voz, navegação por teclado, contraste de cores, design responsivo, entre outros.

A seguir, vamos descobrir a importância da audiodescrição para acessibilidade dos conteúdos em streaming.

O que é audiodescrição no streaming?

A audiodescrição é um recurso de acessibilidade comunicacional com uma narração que descreve o que está acontecendo na tela, sendo essencial para que pessoas com deficiência visual tenham acesso a vídeos de filmes, séries, documentários e até mesmo shows.

Além disso, pode ser ampliado para o entendimento de autistas, idosos, disléxicos, pessoas com deficiência intelectual, déficit de atenção, entre outros. 

A narração pode variar para cada tipo de trabalho, mas de modo geral descreve cenários, expressões faciais, ações físicas, mudanças de cena e figurinos.

“É também considerada um tipo de tradução intersemiótica que transforma o visual em verbal, abrindo possibilidades maiores de acesso à cultura e à informação, contribuindo para a inclusão cultural, social e escolar”, explica a audiodescritora Lívia Motta, que hoje coordena o projeto VER COM PALAVRAS e contribui para os mais diversos tipos de espetáculos, eventos, produtos audiovisuais e editoriais.

Quem pode fazer audiodescrição?

No Brasil, a profissão de audiodescritor já foi incluída na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), mas ainda segue em processo de regulamentação.

Portanto, para se tornar audiodescritor(a) é preciso se inscrever em cursos livres ou de extensão universitária, e manter uma dedicação diária com o tema.

“Não basta fazer um curso de curta duração, é necessário aprofundar os conhecimentos devido à complexidade do recurso e às múltiplas possibilidades de aplicação”, afirma Lívia.

YouDescribe

Uma alternativa para quem quer ajudar a acessibilizar conteúdos, é ser voluntário na ferramenta YouDescribe que permite o envio de gravações de audiodescrição para vídeos publicados no YouTube – podem ser feitos de qualquer lugar e com a sua própria voz. 

Como a maioria dos vídeos são em inglês, você pode adicionar o vídeo que deseja na opção “Wish List” – Lista de Desejos.

É uma ótima oportunidade para assistir aos trailers de filmes, curtas e séries. Confira o trailer da série Stranger Things, disponível na Netflix.

Obrigatoriedade da audiodescrição

Desde 2014, a Agência Nacional do Cinema (ANCINE) determina a obrigatoriedade de audiodescrição, legendas descritivas e Língua Brasileira de Sinais (Libras), para produções audiovisuais financiadas com recursos públicos.

A partir de janeiro de 2021, também foi estabelecida a obrigatoriedade da adaptação das salas de cinemas para pessoas com deficiência visual e auditiva.

Além disso, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI) incentiva a igualdade de oportunidades, com o acesso e o direito à cultura – o que diz respeito às novas plataformas de streaming presentes no território brasileiro.

Apesar das diretrizes, Lívia Motta reforça a importância de divulgar o recurso sempre que possível. 

“Muitas pessoas com deficiência visual, produtores culturais, diretores e distribuidores ainda desconhecem ou pouco sabem sobre o recurso, o que aponta para a necessidade de maior divulgação e circulação da informação”, afirma.

Quais são as plataformas de streaming com audiodescrição? 

PingPlay

Pensado exclusivamente para o público com deficiência visual e auditiva, a plataforma brasileira PingPlay disponibiliza filmes com acessibilidade em audiodescrição, legendas descritivas e Libras.

Para acessar os conteúdos basta se inscrever no site e alugar o filme de sua preferência.

Os títulos contemplam diversos países do globo, como o premiado filme coreano Parasita, e até mesmo documentários, como do cantor e compositor Chorão: Marginal Alado.

Netflix

A Netflix oferece títulos com audiodescrição em diversos idiomas, sendo a maioria de produção original da plataforma. Confira alguns exemplos!

Português: documentário da cantora Anitta e o filme Pai em Dobro.

Inglês: série Stranger Things e nos filmes clássicos do Shrek.

Espanhol: série As Telefonistas e o filme Xico, O Cachorro Mágico.

Coreano: série Mr. Sunshine – Um Raio de Sol e o filme Rastros de um Sequestro.

Japonês: animes Olhos de gato e Japão Submerso.

Além disso, alguns títulos contam com audiodescrição em até 3 idiomas, como a série La Casa de Papel, com espanhol, inglês e português.

Acesse aqui.

Amazon Prime Video

Confira alguns títulos do Amazon Prime Video:

Filmes: A Gruta, Carlinhos e Carlão, Jogo Cego e No Gogó do Paulinho.

Séries: Famílias Frente a Frente Brasil, Soltos em Floripa, e Tudo ou Nada: Seleção Brasileira.

Acesse aqui.

Disney+

Confira alguns títulos do Disney+:

Filmes: Frozen 2, Star Wars episódio VIII: Os últimos jedi, Star Wars Rogue One, Toy Story 4 e os Vingadores Ultimato.

Acesse aqui.

Fonte: Guia de Rodas

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.