Mochila para cegos: Intel desenvolve sistema para auxiliar pedestres

Compartilhe

 Jagadish K. Mahedran desenvolve a mochila para cegos após encontrar um amigo deficiente visual, que detalhou dificuldades cotidianas

A tecnologia se tornou um aliado importante nas mais diversas realizações do dia a dia. Para pessoas com deficiência visual, uma das novidades é a mochila para cegos da Intel. Criado por Jagadish K. Mahedran, desenvolvedor de Inteligência Artificial, o produto auxilia os usuários a identificar obstáculos e desafios cotidianos dos pedestres, auxiliando-os a entender melhor o que há em sua volta.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), existem cerca de 285 milhões de deficientes visuais no mundo. Apesar do número significativo, ainda há sistemas de assistência virtual que são limitados e que, muitas vezes, não proporcionam a complexidade necessária para o deslocamento independente de cegos.

“Ano passado encontrei um amigo que é deficiente visual e me dei conta de que já ensinei robôs a ler, mas que ainda existem muitas pessoas que não enxergam e precisam de ajuda. Foi o que me levou a criar o sistema de assistência visual usando o Kit de Inteligência Artificial com Profundidade da OpenCV (OAK-D), desenvolvido pela Intel” explica Jagadish K. Mahendran.

Mochila para cegos: como funciona

Todo o sistema tecnológico fica dentro de uma mochila que possui uma unidade de computação, muito semelhante a um notebook. A câmera fica em uma espécie de colete e a bateria – com duração de aproximadamente oito horas – fica dentro de uma pochete.

Para interação, o usuário pode conectar um fone de ouvido via bluetooth. Deste modo, ele pode fazer consultas e realizar comandos de voz. Como resposta, o sistema responde com informações verbais. Enquanto o pedestre se move pelo ambiente, a mochila informa sobre obstáculos que surgem no caminho, como placas, galhos, guias, escadas, entradas e até outros pedestres.


Uma câmera de Inteligência Artificial espacial OAK-D da Luxonis pode ser colocada tanto no colete quanto na pochete e conectada no sistema dentro da mochila. Isso é possível por que o objeto conta com três orifícios pequenos que podem ser usados como janelas de visualização para a câmera, que fica presa na parte interna do colete.

“Nossa missão na Luxonis é permitir que os engenheiros construam coisas que realmente importam, ajudando-os a alavancar todo o poder da tecnologia de IA da Intel. É muito satisfatório ver algo tão valioso e surpreendente quanto a mochila ativada por IA sendo construída com a OAK-D em um espaço de tempo tão curto”  afirma Brandon Gilles, fundador e CEO da Luxonis.

O dispositivo é executado na VPU Intel Movidus e no kit de ferramentas Intel Distribution of OpenVINO. A unidade é capaz de executar redes neurais e, ao mesmo tempo, oferece funções de visão computacional, mapa de profundidade e informações de cor a partir de uma câmera 4K.

A mochila para cegos ainda está passando por um processo de testes e pesquisas e não conta com previsão de chegada ao mercado. No entanto, os desenvolvedores já estimam abrir o código do sistema, a fim de possibilitar a fabricação em breve por qualquer um que tenha interesse. 

Compreenda melhor a tecnologia no vídeo abaixo:

 

Fonte: Guia de Rodas

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.