Maceió lança cartão de vacinação da COVID-19 em braille

Compartilhe

Capital alagoana é a primeira no País a garantir acessibilidade a pessoas com deficiência visual

Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia da presidente da Associação de Cegos de Alagoas, Cícera Oliveira da Cruz segurando o cartão de vacinação da COVID-19 em braille. Ela é uma mulher de pele parda, cabelos castanhos na altura dos ombros. Usa roupa vermelha e máscara de proteção branca. No cartão aparece, além das informações em braille, o logo da prefeitura e a hashtag #Vacina Maceió, Cartão de Vacinação, Plano municipal de vacinação contra a COVID-19 em Maceió. Créditos: Edvan Ferreira/Secom Maceió

Iniciativa inédita teve auxílio de alunos da escola de Cegos Cyro Accioly para os testes do cartão de vacinação da COVID-19 em braille. Beneficiados relatam que o projeto garante independência e liberdade

Maceió, capital de Alagoas, é a primeira cidade a ter cartão de vacinação contra a COVID-19 em braile. A iniciativa foi lançada pelo prefeito João Henrique Caldas “JHC” (PSB), no último dia 14 de julho, durante solenidade na Associação de Cegos de Alagoas, localizada no bairro Antares.

Ao JI, a Secretaria Municipal de Comunicação salienta que Maceió foi a primeira cidade do país a adotar o cartão de vacinação em braille, levando em consideração a necessidade de incluir as pessoas com deficiência em todos os âmbitos da sociedade, incluindo a campanha de imunização contra a COVID-19.

“A iniciativa faz parte de uma agenda inclusiva do prefeito JHC, que também possibilitará que a pessoa com deficiência auditiva possa ter acesso a um tradutor de Libras e levará acessibilidade ao centro da capital”, informou a Secom, por e-mail.

O prefeito reafirmou o compromisso com a inclusão e disse que tem o objetivo de ampliar para outros grupos, ressaltando a empatia e o respeito ao próximo. “Esse é um exemplo de inclusão, de cidadania, e essas pessoas com deficiência visual vão ter agora um cartão em braile para que possam ter total acessibilidade nos nossos pontos de vacinação”, disse JHC.

Segundo informações do site da prefeitura, na seção Gabinete do Prefeito, será lançada na plataforma de agendamento online a possibilidade para pessoas com deficiência auditiva também terem o acompanhamento do tradutor de Libras – Língua Brasileira de Sinais. “Esse é um exemplo de cidadania e um direito que essas pessoas têm, que todos deveriam fazer, mas poucos fazem”, afirmou JHC.

A secretária municipal de Saúde, Célia Fernandes, falou da emoção do momento e diz que a gestão trabalha para avançar na inclusão. “Não vamos ficar só no cartão. Essa visão inclusiva vai melhorar a cada dia e a gente vai estar aqui perto de vocês”, garantiu.

O coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para Enfrentamento da COVID-19, Claydson Moura, destaca que o papel do agente público é servir. “E servir da melhor maneira possível. Precisou que JHC fosse prefeito de Maceió para esse momento acontecer e as pessoas saberem que somos todos verdadeiramente iguais e merecemos todos o mesmo respeito”, declarou.

Acessibilidade e possibilidades

A presidente da Associação de Cegos de Alagoas, Cícera Oliveira da Cruz falou da emoção e disse que o momento vivido por eles é de acessibilidade e possibilidades. “Possibilidades para as pessoas com deficiência usufruírem do mesmo direito”, disse ela, ao citar como destaque as acessibilidades comunicacional e atitudinal.

“É a comunicação que faz com que as pessoas se sintam iguais. O lançamento do cartão de vacina em braile é um ganho muito importante para as pessoas com deficiência. Muitas vezes nós ouvimos em outros meios de comunicação, mas não sabemos como escrevemos e através do braile melhoramos a nossa linguagem”, explicou, ao dizer que acessibilidade atitudinal se trata de gestão.

“O prefeito JHC entendeu os valores, o significado que é uma pessoa com deficiência visual e outras deficiências”, completou Cícera.

Diretora da Escola de Cegos Cyro Accioly, Gedalva da Silva Santos agradeceu ao prefeito e disse que esse é um marco histórico. “O braile é um sistema de leitura e escrita para as pessoas com deficiência visual desde pequenininho. Claro que nós temos as tecnologias digitais que ajudam muito na questão da acessibilidade comunicacional, mas o braile é e sempre será o meio pelo qual a criança cega lê e aprende, mesmo que depois venha a utilizar os meios digitais. Então, o braile é a base”, ela informou, ao dizer que “o que a Prefeitura de Maceió está fazendo é a inclusão social”.

Inicialmente, serão distribuídos dois mil cartões de vacinação e toda a comunidade de cegos da capital será atendida. A Prefeitura de Maceió já disponibiliza tradutores de Libras para atuarem na vacinação e, a partir da próxima semana, haverá também a opção de solicitar um tradutor de Libras para o agendamento da vacinação.

Fotografia mostra o cartão em detalhes, com todas as informações em braille.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia mostra o cartão em detalhes, com todas as informações em braille, o logo da prefeitura de Maceió, no canto superior direito. No centro do cartão aparecem as seguintes informações, em português: a hashtag #Vacina Maceió, Cartão de Vacinação, Plano municipal de vacinação contra a COVID-19 em Maceió. Cartão em Braille. Créditos: Edvan Ferreira/Secom Maceió


Pessoas presentes no lançamento do cartão em braille. Descrição detalhada na legenda.

Descrição da imagem #PraCegoVer: Fotografia em área externa, na Associação de Cegos de Alagoas, durante o lançamento do cartão em braile. Na imagem aparecem diversas pessoas que estiveram presentes, entre gestores e agentes públicos, cegos e a presidente da Associação, Cícera Oliveira da Cruz. Todos usam máscaras de proteção. Créditos: Edvan Ferreira/Secom Maceió


Com informações  da Secretaria Municipal de Comunicação – Secom, Maceió (AL)

Fonte: Jornalista Inclusivo

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020

Live com a Ruth Maria

Live com a Ruth Maria
Os desafios e aprendizados da vida na cadeira de rodas.