Paralimpíada faz abertura guiada por Shakespeare e destaca evolução da tecnologia

Compartilhe



Delegação brasileira desfila durante cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos de Londres
   Foi um belíssimo show. Pela primeira vez pessoas com deficiência participaram das apresentações da abertura dos jogos paralímpicos (Nota do blog).
   Após destacar a forte cultura britânica na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, Londres optou por ressaltar a evolução mundial da tecnologia na festa que abriu a Paraolimpíada nesta quarta-feira, na capital britânica. Com discretos números artísticos, mas todos guiados pela peça “A Tempestade”, de William Shakespeare, o evento desta noite foi protagonizado pelas invenções e descobertas de gênios como Isaac Newton e Stephen Hawking. As pessoas com deficiência tiveram destaque em momentos líricos da festa, muitas vezes voando pelo palco presas por cabos e cordas.

   A presença do físico britânico foi um dos pontos altos da cerimônia. Hawking, que sofre de esclerose lateral amiotrófica e hoje, aos 70 anos, raramente faz aparições públicas, narrou grande parte da cerimônia desta quarta-feira.
   Após dançarinos se apresentarem com guarda-chuvas que juntos formavam um grande olho no meio do estádio olímpico, a atriz Nicola Miles Wildin, que tem deficiência física, apareceu no palco interpretando a personagem Miranda, de “A Tempestade”. Guiada pela narração de Hawking, Miranda acompanhou no estádio uma dramatização sobre a evolução da tecnologia ao longo da história. Ao seu lado estava o ator Ian McKellen, de personagens como Magneto (da franquia “X-Men”) e Gandalf (da trilogia “Senhor dos Anéis”), interpretando Próspero, também da peça shakesperiana.
   O primeiro bloco da festa se encerrou com uma reprodução do fenômeno Big Bang, que teria dado origem ao universo, e com a entrada da rainha Elizabeth II. Não foi uma chegada triunfal, como na abertura da Olimpíada em que a titular da coroa britânica participou de uma cena com Daniel Craig, o atual James Bond, e simulou entrar no estádio em um helicóptero. Dessa vez, a rainha apenas ocupou seu lugar no camarote real ao lado do presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven, ao que se sucedeu a execução do hino britânico.
Rainha Elizabeth II durante a cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos de Londres (IMAGEM: UOL)


Delegação do Reino Unido desfila durante cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos de Londres

Fogos iluminam o Estádio Olímpico de Londres na cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos de Londres


Cadeirantes carregam bandeira do Comitê Paraolímpico durante cerimônia de abertura dos Jogos 

Pira paraolímpica acesa no Estádio Olímpico de Londres (Imagem: Uol)

Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live com a Isabela Ribeiro

Live com a Isabela Ribeiro
Converso com a Isabela sobre Autoestima e superação

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020