Dia dos Namorados - Uma história especial

Compartilhe

    Para comemorar o dia dos namorados resolvi trazer uma história de amor "especial". Achei no Guia Inclusivo esta história. 
     
    Dia dos namorados geralmente é uma loucura, restaurantes cheios, shoppings lotados, todo mundo querendo celebrar o amor, enquanto os comerciantes aproveitam para vender em uma época de vendas baixas.
  Quando se tem um parceiro com deficiência, o casal tem que se preocupar com acessibilidade. “Não se pode programar qualquer passeio como um casal normal, você corre o risco de não aproveitar o programa e quebrar o clima. Esta cada vez mais difícil encontrar bons lugares adaptados e acessíveis que atenda a necessidade de um casal” explica a empresária de eventos, Juliana Françozo.
    Juliana está junto com StefanJanzen há oito anos, eles se conheceram na Igreja, Stefan tocava no louvor e foram apresentados por amigos em comum. Quando ela o conheceu, ele já tinha sofrido há três anos um acidente de moto, que lesionou a medula.
    “Ninguém pode imaginar que você pode ser feliz com alguém que possui qualquer tipo de deficiência, pois acreditam que é por piedade, interesse ou algo que não seja ‘amor’”, comenta a empresária, ao falar sobre os preconceitos. Independente disto eles decidiram lutar pelo amor.
    Depois de dois anos e quatro meses eles se casaram. E tiveram a sorte de ir morar em uma casa ampla, só precisaram fazer ajustes nas portas para passar a cadeira de rodas e colocaram um elevador a vácuo.
    Juliana fala com muito orgulho do marido que é engenheiro mecânico e que trabalha em Logística. E ela confessou que às vezes se sente mais frágil e deficiente que ele. “Ele não anda a gente sabe. Mas é forte, independente e cheio de fé e isso o leva a caminhos que talvez com as pernas ele não trilhasse.”
    Juliana deixou uma bonita mensagem para os solteiros e outros casais. “Repito a deficiência é algo que esta no coração. Se deixar que isso entre em você e tire tudo de bom que você possa ter, perde sua vida, sua alegria e a oportunidade de conhecer o amor.”

    “Planejem seus planos, sonhem juntos, acreditem num futuro incrível, paciência pra lidar com os pormenores, cuidar um do outro e batalhar juntos . O amor tem que ser como na bíblia que tudo crê tudo suporta e tudo espera”,  finaliza.


Fonte: Guia do deficiente

FELIZ DIA DOS NAMORADOS! 
Não deixe de viver um amor por medo, preconceito ou vergonha. A deficiência está na nossa cabeça.

Compartilhe

Um comentário:

  1. OI Fernanda, passei para te desejar um bom inicio de semana.
    Adorei seu post,lindo este casal que o amor supere tudo!
    O amor é tudo!!!
    Amara bjss

    ResponderExcluir

Seu Comentário é muito importante para nós.

Cursos e Eventos

Vídeos no Youtube

Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Unawheel - Entrega e primeiro passeio
Unawheel - Entrega e primeiro passeio

Imagem 1

Imagem 1
20 anos na cadeira de rodas

Imagem 2

Imagem 2
Tetra Dirigindo? Como consegui tirar a CNH

Lives da Fê no Insta

Live com a Isabela Ribeiro

Live com a Isabela Ribeiro
Converso com a Isabela sobre Autoestima e superação

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live sobre Pessoas com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?
Converso com a Váleria Schmidt @schmidt sobre Pessoa com deficiência: Exemplo de superação? Ou não?

Live com Roberto Denardo

Live com Roberto Denardo
A pessoa com deficiência na vida pública 06/10/2020