Para saber mais sobre educação inclusiva durante a quarentena

Compartilhe »»
Descrição da imagem #pracegover: Grupo de 27 crianças, com e sem deficiência, todas com uniforme escolar, em um círculo. A maior parte está sentada e segura um grande tecido verde onde movimentam uma bola azul. Crédito: Divulgação / IRM.


Quem está em casa, seguindo as recomendações das autoridades de saúde, mantendo o distanciamento social para evitar a contaminação pelo coronavírus, pode aproveitar esse tempo para saber mais sobre educação inclusiva.

O projeto ‘Portas Abertas para a Inclusão’, do Instituto Rodrigo Mendes (IRM), em parceria com a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), oferece um curso gratuito, com textos, filmes e vídeoaulas sobre os vários aspectos desse tema.

Para participar, é necessário fazer inscrição no portasabertasparainclusao.org. Não há nenhuma restrição por idade, formação, local ou nível escolar. “Qualquer pessoa pode e consegue fazer”, afirma o IRM.

O programa completo de sete módulos tem 40 horas e cada participante escolhe como quer estudar. Quem cumprir todas as etapas recebe um certificado.
Todo o conteúdo tem tradução da Libras, a Língua Brasileira de Sinais, além de legendas e audiodescrição. As aulas teóricas e práticas abordam o histórico e a legislação, recursos e acessibilidades, as práticas inclusivas e os conceitos de educação física inclusiva.

Covid-19 – O IRM publicou em sua página uma carta sobre a pandemia do coronavírus. “Esse momento de novos desafios pede que estejamos ainda mais unidos, solidários e determinados para uma superação coletiva”, destaca o informe assinado por Rodrigo Hübner Mendes e equipe do Instituto Rodrigo Mendes.

Fonte: Estadão 

Nenhum comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.