Projeto “não consigo andar, mas posso voar”

Compartilhe »»
Projeto realiza feito inédito, 60 cadeirantes rumo ao recorde do guinness book através de vôo adaptado de parapente.



Aconteceu na  Praia do Sol – PB, nos dias 19 e 20 de janeiro de 2019, a segunda edição do evento *“NÃO CONSIGO ANDAR, MAS POSSO VOAR”* que teve como objetivo realizar vôos de parapente para pessoas com deficiência física, dando visibilidade ao segmento e proporcionando a todos sensações únicas de empoderamento e liberdade.

O evento contou com 8 pilotos/instrutores e  mais 18 no apoio para pouso e decolagem e demais voluntários na organização. Foram realizados cerca de 75 vôos com cadeirantes de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte nos 2 dias que durou o evento, batendo o recorde da primeira edição, ao qual será revindicado ao Guinnes Book (o livro dos recordes).

Segundo Cláudio Cloud, idealizador do projeto e organizador do evento, acontecerão outras edições para que o esporte seja difundido e cada vez mais inclusivo. Porém, a maior dificuldade para realizar as próximas edições do evento é a falta de mais apoio e patrocínio.

NÃO CONSIGO ANDAR MAS POSSO VOAR

Realização e Produção Instituto Cloud Paraglider.


Esta segunda edição do  evento contou com o patrocínio da UniNassau, e apoio dos Pilotos do Bem.

O projeto busca agora patrocinadores para viabilizar a realização das próximas edições dos eventos e ações durante o ano todo.

Contatos *Instituto Cloud*:

Cloud Paraglider:
081 99244-5064

Instagram:  @claudiocloudd
Instagram da página: @possovoar
Face: claudiocardoso.souza










Nenhum comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.