31/10/2017

Ex-Miss Bumbum fala sobre dificuldades de ser cadeirante


Ex-Miss Bumbum fala sobre dificuldades de ser cadeirante. Há um ano e meio, a vida de Débora Dantas mudou radicalmente após um acidente. Ela caiu do quarto andar do prédio onde morava e ficou tetraplégica.




Débora, que ficou conhecida por ter participado do concurso Miss Bumbum, onde representou o estado da Paraíba, trocou então os ensaios sensuais por uma vida mais pacata em que busca dar visibilidade às dificuldades de uma cadeirante.

"Só Deus e quem me acompanha sabe o esforço que tem sido voltar a estudar, principalmente por enfrentar algumas dificuldades que antes não se faziam presentes", explica ela ao jornal "Extra".

Metrô lotado, aprender a me transferir da cadeira para o carro e vice-versa, a falta de acessibilidade de alguns lugares, calçadas totalmente destruídas, me arriscar tendo que andar no meio da pista, escrever e digitar com apenas 20% de funcionalidade das mãos, entre outros obstáculos, têm sido algumas das dificuldades do dia a dia", cita ela.

Atualmente, Débora faz tratamento na rede Sarah em Brasília e tenta concluir o curso de Direito. Após o início do tratamento, ela conseguiu ter a reabilitação de braços e mãos e tem esperança que poderá andar um dia.

Ao jornal, Débora contou que posta sobre sua rotina nas redes sociais para, de alguma forma, chamar a atenção para os problemas que enfrentam as pessoas com deficiência. "A verdadeira deficiência está no abandono dos sonhos, da vontade de viver, do descaso ao próximo", lamenta ela.

"A deficiência é aquilo que te prende por dentro, que engessa sua alma, sua fé, pois ainda que incapacitados de andar, todos somos livres para sonhar, para amar, para ajudar o próximo com uma palavra de afeto, um sorriso... somos livres para voar nas asas da nossa imaginação!", afirma.

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.