20/09/2017

Guia de Direitos e Acessibilidade do Passageiro - Acompanhamento

O passageiro precisará de acompanhamento:

•  quando viajar em maca ou incubadora;
•  quando houver impedimento de natureza mental ou intelectual que impeça o entendimento das instruções de segurança de voo;
•  quando não puder atender às suas necessidades fisiológicas sem assistência.

IMPORTANTE

Neste caso, o operador aéreo deve prover acompanhante, sem cobrança adicional, ou exigir a presença do acompanhante de escolha do passageiro e cobrar pelo assento do acompanhante até 20% do valor do bilhete aéreo adquirido pelo passageiro. O acompanhante deve viajar na mesma classe e em assento adjacente ao do passageiro, deve ser maior de 18 (dezoito) anos e possuir condições de prestar auxílio nas assistências necessárias.

Cão-Guia


O cão-guia pode acompanhar o passageiro em todas as etapas da viagem, inclusive no interior das aeronaves, cabendo ao dono apresentar documentos de comprovação de treinamento e identificação do animal, bem como fornecer a alimentação necessária.

O transporte do cão-guia deve ser gratuito, com acomodação no chão da cabine da aeronave, em local próximo de seu dono e sob seu controle, desde que esteja equipado com arreio, dispensado o uso de focinheira, e que não obstrua total ou parcialmente o corredor do avião.


Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.