30/08/2017

Ricardo supera a paralisia cerebral e se torna Bacharel em Cinema e Audiovisual pela Uesb

Nildo Freitas


Ele poderia ter várias razões para reclamar, mas Ricardo Evandro Souza Ribeiro, 42 anos, se vale de sua obstinação e talento para conquistar seu espaço como cineasta, realizando curtas, fazendo fotografias, roteiros e todo tipo de arte audiovisual. O único detalhe, que nesse caso, de fato, é somente uma particularidade, é que Ricardo possui paralisia cerebral.

Com a ajuda da família, colegas de trabalho, professores e amigos, Ricardo se tornou, no dia 1º de agosto, pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), o primeiro Bacharel em Cinema e Audiovisual com paralisia cerebral do Brasil que se tem conhecimento.

Apesar do nome, a paralisia cerebral não lhe afetou a parte cognitiva. Foi alfabetizado em casa, pois na sua infância não existiam escolas públicas especializadas no tratamento das especificidades das pessoas com deficiências e de necessidades especiais de aprendizagem.

Suas limitações físicas não o impedem de exercitar seu talento e capacidade, não o impediram de ascender a uma brilhante carreira no mundo do entretenimento.

Das várias formas de encarar a vida, com certeza, a de ver as coisas pelo lado positivo é a mais fácil, acredite tudo se transforma quando você encara suas limitações e defeitos de forma mais tranquila.

A forma digna e inclusiva que seus pais, tios e avós o criaram lhe dando o mesmo tipo de criação e tratamento dado a seus irmãos, até mesmo para aprender a andar, tornaram Ricardo um vencedor, um superador de limites.

Eles lhe prepararam para a sociedade que por falta de conhecimento, trata a pessoa com deficiência como um coitado. “Coitado eu? Não colocaria meus pés para fora de casa se eu fosse me basear nesse tipo de pensamento”, diz Ricardo.

Ricardo é natural de Salvador, mas já mora em Vitória da Conquista há 17 anos. Ele é um exemplo de superação a ser seguido.

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.