05/10/2016

Deficientes auditivos podem fazer carteira de habilitação

As pessoas com deficiência auditiva podem obter a autorização para dirigir. A informação é do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso. A ideia, segundo a autarquia, é aprimorar o atendimento para as pessoas com deficiências. Isso devido ao aumento da procura por pessoas com deficiência para retirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O objetivo é melhorar o atendimento e o relacionamento da autarquia com essas pessoas. Uma das novidades é para as pessoas com deficiência auditiva, que terão ter autorização para dirigir. O procedimento da abertura do processo de habilitação é o padrão, utilizado por todos os cidadãos. A mudança está na prova teórica, onde haverá o recurso de libras. O Detran afirma que não há restrição quanto ao nível de surdez do candidato.

O Departamento Estadual de Trânsito afirma que o processo funcionará da seguinte forma: no início da prova, um vídeo reproduzido para os candidatos terá um tradutor de sinais no canto da tela orientando como o exame deve ser realizado.

O candidato terá uma hora e meia para fazer a avaliação. Depois de aprovado nesta fase, ele estará apto a fazer o teste prático de direção.

Este ano, o Detran realizou teste com o sistema para validar o novo serviço em Cáceres, onde o primeiro candidato surdo apresentou interesse em obter a carteira de habilitação.

Também foi promovida a capacitação de 20 servidores com curso básico de tradutor de libras para assistência no atendimento de todos os serviços da autarquia.

Até então, oito localidades estão aptas para realizar a prova. São elas: Cuiabá (sede), Várzea Grande, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Pontes e Lacerda, Sinop e Sorriso.

O serviço de abertura do processo de habilitação para pessoas com deficiência auditiva já está sendo utilizado na sede e nas unidades citadas.

DADOS – O Censo 2010 mostrou que quase 24% da população brasileira possui algum tipo de deficiência. No Estado de Mato Grosso este percentual chega a 22,50% da população.

Uma das deficiências é a auditiva. A pesquisa aponta que no Estado 4.381 pessoas não ouvem de modo algum, 22.705 tem grande dificuldade de ouvir e 100.334 pessoas tem algum tipo de dificuldade auditiva.


Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.