26/02/2016

Surfista brasileiro cego surfa “escutando o mar”


A cegueira poderia ser um obstáculo que separaria o capixaba Derek Rabelo, 23 anos, e o surfe. Poderia, mas não foi. Desde o nascimento, esteve ligado ao esporte. O nome foi escolhido pelo pai – que também é surfista – para homenagear o havaiano e campeão mundial Derek Ho.

Derek nasceu cego por conta do glaucoma e, apesar disso, sempre teve o incentivo do pai para se dedicar ao surf. Aos 17 anos, transformou a esperança do pai em realidade. “Meu pai me disse: ‘se você tem um sonho, você tem que acreditar em si mesmo, ou você não pode fazê-lo'”, conta Derek. O pai costumava ir com Derek ao mar todas as manhãs e teve a iniciativa de colocá-lo em um curso de surfe.

O segredo para superar a falta de visão, aponta Derek, é aproveitar a força dos outros sentidos. “Eu escuto e sinto o mar. Cada parte de uma onda faz barulhos diferentes, então eu decido de que lado da onda eu devo navegar”, relatou o tabloide britânico Mirror.


“Eu acredito que todos nós temos sentidos dados por Deus que devem ser utilizados com paixão e perseverança”, ensina Derek. O capixaba, inclusive, estrela o documentário Além da Visão, que mostra a sua rotina e sua dedicação ao surf. O reconhecimento mundial do brasileiro ocorreu em 2012, ao surfar em Pipeline, no Havaí, considerada área de uma das ondas mais perigosas do mundo.

http://curiosamente.diariodepernambuco.com.br/project/brasileiro-cego-surfa-escutando-o-mar/
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.