09/09/2015

Fernando Fernandes fatura o ouro no evento-teste da canoagem para os Jogos Paralímpicos Rio 2016




A equipe brasileira de canoagem paralímpica conquistou três medalhas (um ouro e dois bronzes) no evento-teste da modalidade para os Jogos do Rio 2016. As finais ocorreram neste domingo, 6, na Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos cartões-postais da Cidade Maravilhosa. O maior destaque foi Fernando Fernandes, que ficou com o título da classe KL1 200m.

Tetracampeão mundial de canoagem paralímpica, Fernando Fernandes completou a prova em 57s276. Ele ficou à frente do italiano Salvatore Ravalli e do austríaco Elmar Sternath, segundo e terceiro lugares, respectivamente. Além do resultado, Fernando também mostrou-se satisfeito com a estrutura que será utilizada na canoagem para os Jogos Paralímpicos do Rio 2016.

“Achei excelente a organização, o evento. A acessibilidade me preocupava, mas não foi um fator. O local foi pensado para todos, olímpicos e paralímpicos. O grande problema ocorreu em relação às algas na água. Mas, com certeza, será melhorado para o ano que vem. Este é um evento-teste, então já foi visto o que precisa ser melhorado”, disse o atleta de 34 anos.

Outras duas medalhas foram obtidas pela equipe brasileira, composta por seis canoístas. Fernando Rufino ficou com a terceira posição da KL2. Ele ficou 2s132 atrás do campeão, o austríaco Marcus Swoboda (42s618). A segunda posição ficou com o australiano Curtis McGrath.

Também na classe KL2, mas feminina, Debora Benivides ficou com o terceiro lugar. Ela ficou atrás apenas da russa Nadezda Andreeva e da canadense Christine Gauthier.

O evento-teste da paracanoagem ocorreu durante este fim de semana, no Rio de Janeiro. A modalidade fará, no próximo ano, a sua estreia no programa dos Jogos Paralímpicos. No último mês, foi disputado o Mundial da modalidade, em Milão, Itália, e o Brasil venceu sete pódios.

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.