11/05/2015

Paralisia cerebral será debatida em audiência pública proposta por Eduardo Barbosa

O tema foi pautado nessa quarta-feira, 6, durante reunião da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, pelo deputado federal Eduardo Barbosa, autor do requerimento nº 16/15, solicitando a realização de Audiência Pública para tratar do assunto. 

Ao justificar a proposta, Eduardo Barbosa falou do objetivo da Comissão de criar consciência sobre as peculiaridades que envolvem os vários tipos de deficiência. O deputado demonstrou, também, a sua preocupação quanto ao acesso das pessoas com paralisia cerebral aos processos de reabilitação e a disponibilidade de tecnologias assistivas que venham promover maior inclusão social.   

Ele considerou ainda em sua exposição que a incidência da doença está afeta à política pública de Saúde, pela relação da paralisia cerebral com o serviço de atenção à gestante e ao parto. “Queremos convidar autoridades na área que trabalham, especificamente, com esse público para construirmos soluções”, disse. 

A Paralisia Cerebral (PC) refere-se a um grupo de desordens motoras e da postura, como resultado de uma lesão no sistema nervoso central. É o problema de desenvolvimento mais comum nas crianças, provocando prejuízos na marcha e no uso das mãos e dos braços. Não há números precisos sobre a população com paralisia cerebral, mas organizações que atuam na área informam que em cada 1000 bebês nascidos, 2 podem ser afetados pela doença. 

Com a aprovação do requerimento na Comissão, a audiência pública será marcada em data ainda a ser definida.
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.