23/02/2015

Fundação Dorina Nowill relança livros infantis em versão para cegos

Em comemoração aos 69 anos, Fundação Dorina lança Rapunzel, Branca de Neve, Os três Porquinhos e outros títulos tradicionais em versão para crianças com deficiência visual


Fundação Dorina Nowill divulga o lançamento da Coleção Clássicos Infantis Acessíveis com dez títulos de historinhas que encantaram muitos adultos. Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, Bela Adormecida, Cinderela, João e Maria, Os três porquinhos, Peter Pan, Pinóquio, Robin Hood e Rapunzel foram produzidos em braille, impressão em fonte ampliada, relevo em ilustrações e CDs com a contação das histórias em versões com e sem audiodescrição. É um livro produzido para que todos leiam juntos e se divirtam com as adaptações. A instituição produziu 3 mil exemplares distribuídos gratuitamente para instituições e organizações em todo o Brasil.

"A Fundação Dorina celebra 69 anos de um trabalho que, com o auxilio de parceiros, patrocinadores, amigos mantenedores e outras ações, faz a diferença na vida de pessoas com deficiência visual em todo o Brasil", afirma Adermir Ramos da Silva Filho, superintendente da instituição. "É uma satisfação lançarmos uma coleção que faz com que pais e filhos possam ler juntos, livros que proporcionam o compartilhamento do conteúdo. É um avanço no que diz respeito à inclusão e quebra de barreiras".

O lançamento da Coleção Clássicos Acessíveis é mais uma forma de comemorar. A Fundação Dorina Nowill para Cegos segue rumo aos 70 anos celebrando seu trabalho dedicado às pessoas com deficiência visual, ou seja, cegas ou com baixa visão. A importância da atuação e os resultados colhidos em parceria com o governo, empresas, pessoas físicas e ações diversas são retratados no resumo a seguir, gerado de acordo com as realizações de 2014.

Proxima Anterior Inicio