14/11/2014

Prefeitura inicia obras do Projeto Praia Sem Barreiras


Icaraí será a primeira orla a receber o equipamento. Serão instaladas uma rampa de madeira e uma esteira que vão auxiliar as pessoas com deficiência no acesso ao mar

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, assinou na tarde desta quarta-feira (12) a ordem de início para as obras do projeto Praia Sem Barreiras, que será implantado primeiramente na Praia de Icaraí, na Zona Sul da cidade.

O projeto consiste na instalação de uma rampa de madeira e uma esteira na areia da praia, na altura da cabine da Guarda Municipal, que vão auxiliar portadores de deficiência ou de mobilidade reduzida no acesso até o mar. Vai disponibilizar ainda duas cadeiras anfíbias apropriadas para o banho de mar.

Todo o trajeto será acompanhado por profissionais.

Na areia, serão instaladas ainda tendas onde ficarão os orientadores. As pessoas que trabalharão no projeto passarão por capacitação para estarem aptas a auxiliar as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida a utilizar o equipamento de forma segura. 

A esteira será removida diariamente e possui alta durabilidade em ambientes úmidos e à exposição ao sol. 

A previsão é que os equipamentos comecem a funcionar em quatro meses. A ação deverá ser expandida para outras praias, como Itacoatiara, Itaipu e Piratininga, na Região Oceânica. 

O prefeito Rodrigo Neves destacou a importância da iniciativa que torna Niterói uma cidade ainda mais acessível e inclusiva.

“Nosso objetivo é fazer de Niterói uma cidade cada vez mais acessível. Estruturamos um Plano Municipal de Acessibilidade que prevê várias ações nas áreas de saúde, educação, transporte e no lazer. Esse projeto tem um significado especial. Ele dá visibilidade para a temática da inclusão da pessoa com deficiência. Pessoas talvez com 20, 30, 40 anos, que nunca tiveram o acesso ao lazer e à praia vão ter essa oportunidade. Esse projeto tem muito a ver com a atual gestão da prefeitura. Uma gestão que tem um olhar integrado e holístico sobre a cidadania e as pessoas”, explicou.

A secretária municipal de Acessibilidade e Cidadania, Carmem Fogaça, afirmou que a iniciativa representa um resgate na cidadania e dignidade das pessoas com deficiência.

“Muitos niteroienses não entram na praia e no mar. Adolescentes, idosos e crianças com deficiência ficam no calçadão. Com esse projeto, vamos resgatar a infância, a juventude e dar oportunidade aos idosos com deficiência. Vamos oferecer novas oportunidades a essas pessoas. Isso não tem preço”, destacou.

A vereadora Tânia Rodrigues afirmou que a implantação deste projeto é uma grande conquista para as pessoas com deficiência, que vão vivenciar uma nova realidade.

Participaram da reunião os secretários municipais de Obras e Infraestrutura, Domício Mascarenhas, Executiva, Maria Célia Vasconcellos, o presidente da Niterói Terminais Rodoviários (Niter), Murilo Moreira Filho, além de representantes da Emusa e da Secretaria de Acessibilidade.

Fonte: O Fluminense
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.