29/05/2014

3 razões para contratar pessoas com deficiência

Quais benefícios a contratação de uma pessoa com deficiência  pode trazer para a sua empresa? Ana Paula Peguim, gestora estadual do Programa de Acessibilidade do Sebrae-SP, lista alguns.

De acordo com ela, a Lei de Cotas para pessoas com deficiência só se aplica a negócios que têm a partir de 100 funcionários, o que não a torna obrigatória para micro e pequenas empresas. Apesar disso, o Sebrae estimula a contratação desses profissionais por empresas das duas categorias.

Conheça, abaixo, vantagens que o trabalho diário com esses profissionais pode trazer:

Aprender a valorizar os funcionários. Desde o momento da contratação, o empregador deve ter claro que vai contratar alguém levando em consideração suas competências. Nada diferente do habitual. “Deixar a deficiência no lugar dela e questionar quais as habilidades da pessoa é o caminho para fazer a escolha certa”. Que atividades aquele candidato sabe realizar? Do que ele gosta? Do que não gosta? Qual a sua formação? Sua experiência curricular? E só então deve vir a pergunta: do que você precisa? “A deficiência é uma característica e não um fator dominante”.

Aperfeiçoar a acessibilidade. Ao contratar uma pessoa com deficiência, o empregador pode se aproximar de uma realidade que talvez não conhecesse. Assim, além de proporcionar uma oportunidade, abre um canal para ajudar outras pessoas com deficiência. “Se o empreendedor tem um restaurante e não instala rampas de acesso, limita a recepção de um deficiente físico, seja ele seu cliente ou funcionário. Trazer as questões para mais perto de si ajuda a entender as necessidades dessas pessoas e colocar em prática o respeito aos seus direitos”.

Melhorar o clima organizacional. Frente a frente com uma pessoa com deficiência, é comum que outros profissionais reflitam sobre sua atuação. E isso não significa que alguém com deficiência provoque sentimento de pena ou dó, muito pelo contrário. Respeitadas suas necessidades, essa pessoa deve ser tratada como todos os demais. O fato é que sua atuação geralmente serve de exemplo.  “Convivendo com quem enfrenta aparentes dificuldades, a equipe se sente motivada e com o ímpeto de colaboração maior”.

Fonte: Revista PEGN
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.