07/04/2014

Emocionante o casamento de jovem tetraplégico

Noivo, de 25 anos, sofreu acidente ao cair de telhado e ficou tetraplégico. Cerimônia contou com oficial de cartório, padrinhos e filha como daminha.


Uma cerimônia de casamento emocionante foi realizada na manhã de sexta-feira do dia 24/01/14, em Votuporanga (SP). Um casal disse “sim” em um lugar bem diferente, na UTI da Santa Casa. O noivo, Leonardo Gouveia, de 25 anos, sofreu um acidente há cerca de 8 meses e ficou tetraplégico. A noiva, Caroline Araújo, de 19 anos, decidiu realizar a cerimônia na sala de emergência, onde Leonardo está internado desde junho de 2013. “Realizamos um sonho. Deus me dá força e está na minha vida. Nosso amor superará qualquer doença ou barreira”, comenta a noiva. O casamento não tinha data marcada, mas estava nos planos do casal desde o nascimento da filha Julia, de 1 ano e 6 meses.

Leonardo sofreu um acidente um acidente ao cair de um telhado, a uma altura de quatro metros, enquanto trabalhava. Ele perdeu todos os movimentos do corpo e respira por aparelhos. A noiva esteve ao lado dele desde que foi hospitalizado. “Eu venho todos os dias, de manhã trago o almoço, depois fico com nossa filha, depois volto e fico mais algumas horas no período da tarde. Ele precisa da minha companhia, se eu ficar muito tempo sem ver ele não me sinto bem, eu me preocupo. Nos amamos de verdade e nosso amor superou as barreiras do acidente. Agora é seguir tocando nossa vida com fé em Deus que daqui a pouco ele sairá daqui”, conta Caroline.

Para a data, ela se preparou com um vestido feito especialmente para a data e um buquê. A filha do casal foi a daminha e levou as alianças. A cerimônia foi realizada com a presença de padrinhos, enfermeiras e um oficial de registro, que entregou no local a certidão de casamento. “Na região é a primeira vez que vejo algo parecido. O cartório quis ajudar e realizar o sonhos deste casal, vendo a condição do Leonardo. Estamos todos emocionados”, conta o oficial de cartório Ricardo Morais Silva.

A cerimônia também emocionou a equipe médica. “Temos um carinho muito especial pelo Leonardo. A noiva vinha todos os dias e a presença dela representa algo muito positivo na recuperação dele. Se ela não fizesse o que faz por ele, talvez ele não tivesse evoluído tanto. Com o casamento agora, esperamos que haja melhora do quadro dele para que ele possa retornar logo para casa”, comenta a enfermeira Sara Faceto Batista.

Com a aliança dos dedos, agora Caroline espera pela recuperação do marido. “Eu aprendi a ler os lábios mesmo sem voz e os gestos dos olhos. Eu sei que ele me ama e eu o amo. Agora tenho esperanças que ele volte ao que ele era antes, que volte a andar também. Essa união só vai fortalecer nosso amor”, finaliza Caroline.


Fonte: G1
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.