04/03/2014

Itália sem barreiras – Atrações adaptadas e acessíveis facilitam viagem de pessoas com deficiência


Roteiros acessíveis a todos. Essa é a proposta da Itália que, nos últimos anos, vem investindo na adaptação de atrações e pontos turísticos com o objetivo de torná-los acessíveis aos portadores de necessidades especiais. 

E a experiência começa nos aeroportos italianos: logo no desembarque, profissionais especializados ficam à disposição para orientar e solucionar qualquer  dúvida. Depois, já com o roteiro em mãos, sinta-se livre para explorar monumentos famosos como o Coliseu, Museu do Vaticano ou até aproveitar um passeio de “Vaporetto” (barco que atravessa os canais de Veneza). 

Confira dicas para aproveitar o melhor do país: 

Coliseu, Roma 
Mesmo monumentos mais antigos, considerados cartões-postais da Itália, são acessíveis para cadeirantes. Um bom exemplo é o Coliseu,  em Roma, que possui rota sinalizada, com rampas em locais estratégicos, além de elevadores que dão acesso às partes mais altas. 

Museu do Vaticano 
Além de rampas e elevadores, há passeios especiais que oferecem uma experiência multissensorial completa por obras de arte emblemáticas. Neste roteiro, os turistas ouvem cantos gregorianos e trechos da Bíblia, tocam objetos e sentem o perfume de diversas ervas da época de Cristo. 

Veneza 
Algumas das principais pontes da cidade possuem rampas e plataformas de acesso e a locomoção fica mais fácil através do barcos adaptados. Uma alternativa para evitar as pontes é realizar um passeio de barco, conhecido como “Vaporetto”, que tem espaços dedicados a cadeirantes. 

Transporte público 
A Rede Ferroviária Italiana (RFI) proporciona assistência especial em mais de 150 estações e a maioria dos trens está equipada com áreas para cadeiras de rodas, travas de segurança e banheiros acessíveis. Além disso, há também a inclusão de sinalizações em braile nos corrimões das estações para oferecer maior independência ao usuário com deficiência visual. Para dúvidas, acesse: www.rfi.it. 

Sobre a ENIT 
Instalada no Brasil desde 2000, a ENIT (Agência Nacional Italiana de Turismo) tem a missão de promover os destinos turísticos italianos no exterior, além de difundir os aspectos culturais, históricos e artísticos do país. Com 25 escritórios em todo o mundo, a entidade, criada em 1919, oferece apoio especializado para turistas, agências e operadoras de turismo em todos os lugares em que possui sedes. Na ENIT, o turista brasileiro tem acesso, por exemplo, a mapas, guias e informações sobre as cidades italianas. 

Ocupando o 5° lugar em número de chegadas internacionais no mundo, segundo a OMT (Organização Mundial do Turismo), a Itália é a quarta colocada no ranking global de receitas turísticas. 


Fonte: ulisses@aftcomunicacao.com.br e Blog Deficiente Ciente
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.