07/10/2013

Brasil bate recordes e traz 40 medalhas do Mundial de Paratletismo!!!


 O desempenho dos atletas brasileiros superou as previsões na cidade de Lyon, na França, onde a disputa ocorreu de 19 a 28 de julho. A meta inicial era ficar em 5º lugar, mas acabamos ficando em 3º !!! E dessa forma, com: 16 ouros, 10 pratas e 14 bronzes. Ficamos atrás da Rússia (53 medalhas, 26 ouros) e dos Estados Unidos (52 medalhas, 17 ouros).
De quebra, ainda batemos 3 recordes mundiais, 8 do campeonato e um nacional. Para se ter uma ideia da evolução, na competição anterior, em 2011, em Christchurch, na Nova Zelândia, os brasileiros ganharam 30 medalhas (12 ouros, 10 pratas e 8 bronzes). No grupo que saiu do Brasil estavam 25 atletas participantes dos Jogos Paralímpicos de Londres (2012) e 15 que disputaram a última edição do Mundial. A competição deste ano foi a maior organizada pelo Comitê Paralímpico Internacional, com cerca de 1.300 atletas, de quase 100 países, em 207 provas.
Dos 35 participantes brasileiros, 24 conquistaram medalhas, representando 68% de aproveitamento. Para o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons, um ponto altamente positivo da competição foi a revelação de novos talentos além dos atletas já consagrados como Terezinha Guilhermina (deficiente visual = 3 ouros), Alan Fonteles (amputado = 3 ouros), Odair Santos (deficiente visual = 3 ouros), Lucas Prado (deficiente visual = 2 ouros) e Yohansson Nascimento (amputado = 1 ouro, 1 prata e 1 bronze).
Verônica Hipólito, paralisada cerebral de apenas 17 anos, em seu primeiro mundial, conquistou um ouro nos 200m e uma prata nos 100m, com recorde mundial, que depois foi superado. Lorena Spoladore, também de 17 anos, levou um ouro no salto em distância para cegos total, prova em que o Brasil ainda não tinha grandes medalhistas. Destaque também para os jovens Alex Pires, 23 (amputado = 2 pratas e 1 bronze) e Yeltsin Jacques, 20 (deficiente visual = 1 prata e 1 bronze).
Antes de voltar ao Brasil, Alan Fonteles passou em Londres para participar do evento de aniversário de um ano dos Jogos-2012 e quebrou o recorde mundial nos 100m da classe T43/T44. Agora ele detém os títulos de campeão paralímpico nos 200m, campeão mundial nos 100m, 200m e 400m, e recordista mundial nos 100m e 200m.
Para o novo ciclo olímpico, que começou oficialmente com esse Mundial, serão investidos cerca de R$ 100 milhões anuais. A grande disputa se dará nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, quando a meta é ficar em quinto lugar no atletismo (em Londres, no ano passado, o Brasil terminou em sétimo).
 
Medalhas conquistadas
OURO

Alan Fonteles - 100m (recorde do campeonato)
Alan Fonteles - 200m (recorde mundial)
Alan Fonteles - 400m (recorde do campeonato)
Odair Santos - 1.500m 
Odair Santos - 5.000m 
Odair Santos - 800m (recorde do campeonato) 
Terezinha Guilhermina - 200m (igualou recorde do campeonato) 
Terezinha Guilhermina - 100m 
Terezinha Guilhermina - 400m (recorde do campeonato) 
Lucas Prado - 100m T11 
Lucas Prado - 200m T11 (recorde do campeonato)
Yohansson do Nascimento - 200m (recorde mundial)
Verônica Hipólito - 200m (recorde do campeonato)
Lorena Spoladore - Salto em distância 
Jonathan Santos - Lançamento de disco 
Daniel Silva - 400m T11 (recorde do campeonato)

PRATA 

Alex Pires - 1.500m 
Alex Pires - 5.000m 
Jerusa Santos - 100m 
Jerusa Santos - 200m 
Felipe Gomes - 100m 
Yeltsin Jacques - 1500m 
Claudiney Santos - Lançamento de disco 
Jonathan Santos - Arremesso de peso 
Verônica Hipólito - 100m 
Alan Fonteles, Yohansson do Nascimento, Bruno Araújo, Emicarlo de Souza: Revezamento 4x100m, masculino (recorde nacional)

BRONZE 

Edson Pinheiro - 100m 
Yohansson do Nascimento - 100m 
Ariosvaldo Silva (Parré) - 100m 
Daniel Silva - 200m 
Yeltsin Jacques - 800m 
Alex Pires - 800m 
Shirlene Coelho - Arremesso de peso 
Izabela Campos - Arremesso de peso 
Sheila Finder - Salto em distância 
Teresinha Santos - 400m 
Jhulia Santos - 100m 
Leonardo Amâncio - Arremesso de peso 
Claudiney Santos - Lançamento de disco 
Ezequiel Costa – maratona 

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.