28/09/2013

Plenário da Câmara será reformado para facilitar acesso de deputados com deficiência

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, anunciou nesta terça-feira (24), durante a reunião do Colégio de Líderes, que o acesso à Mesa do Plenário da Casa vai passar por uma reforma no próximo ano, a fim de facilitar o acesso de deputados com deficiência ou que possuem dificuldade de locomoção.

A reforma será feita em agosto e setembro de 2014, período em que o ritmo de trabalho da Casa diminui em decorrência da campanha eleitoral.
Durante as obras, as sessões serão realizadas em outro local da Câmara, o auditório Nereu Ramos. Na década de 1990, o local também substituiu o Plenário durante uma reforma do painel eletrônico de votação.

Reivindicação antiga


Segundo Alves, a mudança é uma reivindicação antiga de parlamentares que têm dificuldade de locomoção. O projeto da reforma foi feito em 2009 por Fabiano Sobreira, arquiteto da Casa, e recebeu, à época, a chancela de Oscar Niemeyer (1907-2012), que concordou com a solução proposta.


Pelo projeto, a Mesa onde fica o presidente durante as sessões será rebaixada em 30 centímetros e haverá rampas nos dois lados, facilitando também o acesso às duas tribunas usadas pelos parlamentares para discursos.

A reforma será feita com pessoal e materiais já existentes na Câmara. A maior dificuldade da obra, segundo o Departamento Técnico (Detec) da Casa, é preservar os cabos elétricos e eletrônicos que correm por baixo do piso do Plenário e que controlam os computadores e o painel de votação.


Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.