06/08/2013

Jovem com síndrome de Down lutador de MMA


No dia próximo dia 3 de agosto, Garrett Holeve, que nasceu com síndrome de Down, e David Steffan, que tem paralisia cerebral moderada, se enfrentam em uma luta de MMA (Mixed Martial Arts ou Artes marciais mistas, em tradução livre). Serão três rounds de três minutos e algumas regras diferentes, como o uso de caneleiras e a proibição de golpes da cabeça quando o adversário estiver no chão.

Holeve, de 23 anos, ficou famoso ao ser tema de um documentário que mostrava seus esforços para ser um lutador e seus treinos na American Top Team, uma das grandes equipes de MMA dos Estados Unidos. Ao assistir ao filme, Steffan procurou o pai de Holeve e se ofereceu para enfrentá-lo. “Acredito que seja uma grande oportunidade para nós dois mostrarmos ao mundo que fazemos parte disso como qualquer outro.”, afirmou Steffan, que já participou dos Jogos Olímpicos Especiais e ganhou várias medalhas como golfista. Agora, ele é integrante da seleção americana paralímpica e, recentemente, disputou sua primeira luta de muay thai.

Steffan e Holeve: superação e lição para o mundo.

O pai de Garrett, Mitch Holeve, também foi entrevistado e se mostrou bastante consciente do que estará em jogo no duelo. “Garrett e eu entendemos que ele nunca será um lutador profissional. Ele é um amador e tem progredido. Não posso deixar de apoiar meu filho porque ele estará em uma luta onde não será protegido pelo árbitro ou pelo oponente. Não sei se haverá outra oportunidade para que esses caras enfrentem alguém novamente. A mensagem que nós tentamos deixar é que Garrett levou isso ao extremo, mas as artes marciais lhe deram muita coisa.”

Garrett, ou “G-Money”, como é apelidado, já esteve em lutas de MMA amadoras.
 
Para assistir um vídeo (em inglês) sobre a sua carreia, clique aqui. 
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.