24/07/2013

Valores dos ingressos para a Copa 2014 são divulgados, e deficiente sofre com inflação


Políticas de valores e benefícios ainda estão confusas para o torcedor com deficiência
 
A Fifa anunciou nesta sexta-feira (19/07) o preço dos ingressos para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. E uma das faixas de preço, com bilhetes a R$ 30 na fase de grupos, para quem tem o benefício da meia-entrada, é a mais barata da história dos Mundiais. Mas alguém terá de “pagar a conta” por essa pechincha. Neste caso, serão as pessoas com deficiência.

Uma comparação entre as tabelas de preços das Copas de 2010 e 2014 mostra que os deficientes, que entram numa faixa especial de comercialização de entradas, pagarão no Brasil quase o triplo em relação ao evento na África do Sul, quatro anos atrás.

Um pacote com oito jogos da Copa do Mundo de 2014 – com abertura, dois duelos pela fase de grupos, oitavas, quartas, semifinal e final – custará às pessoas com deficiência US$ 1.390, ou R$ 2.780 (a Fifa fixou o câmbio na tabela de preços, então R$ 2 equivalem a US$ 1).

Na África do Sul 2010, quem optasse pela mesma simulação pagaria US$ 485 (R$ 970). Por exemplo: a partida inaugural de 2014, dia 12 de junho, que terá a seleção brasileira em campo na Arena Corinthians, em São Paulo, custará US$ 220 (R$ 440), mais que o triplo em relação a 2010: US$ 70 (R$ 140)*.

Na entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, em São Paulo, Thierry Weil, diretor de marketing da Fifa, disse que as pessoas com deficiência têm direito a dois ingressos, um deles gratuito, para um acompanhante. Um benefício que, segundo ele, nem todos sabiam que tinham direito:

“No preço do ingresso de uma pessoa com necessidades especiais há um outro ingresso para um acompanhante. Esse ingresso será gratuito. Na Copa das Confederações não entenderam isso e muitos foram ao estádio sem acompanhantes”, afirmou, mas sem detalhar o aumento em relação ao Mundial anterior.

“Mas na Copa do Mundo não poderemos atender todos. Por isso temos de ser mais específicos na comunicação. A pessoa com necessidades especiais precisa clicar no botão na hora de comprar o ingresso: ‘preciso de acompanhante’. Deveríamos ter comunicado melhor”, completou.

Outras simulações

Já o torcedor que quiser assistir aos mesmos oito jogos citados no início da matéria, só que no setor mais caro de cada estádio, a categoria 1, terá que desembolsar US$ 3.045 (R$ 6.090) apenas em ingressos individuiais, um aumento de 9,9% em relação a 2010. Na África do Sul, o mesmo pacote custaria US$ 2.770 (R$ 5.540, na cotação atual).

Quem se enquadrar na chamada categoria 4, apenas para residentes no Brasil que têm direito aos ingressos mais baratos (estudantes, idosos acima de 60 anos, professores da rede pública, inscritos no Bolsa Família e operários que trabalharam nos estádios da Copa) pagará R$ 555 pelos oito jogos. Na África do Sul-2010, o valor mais acessível era de US$ 20 por jogo, ou R$ 40, na cotação utilizada pela tabela da Fifa para a Copa de 2014.

Fonte: Tribuna da Bahia
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.