24/06/2013

Empresa é advertida por transportar cadeirantes amarrados em Uberaba

Caso ocorra outro problema serão tomadas medidas mais severas.

A Procuradoria Geral do Município de Uberaba concluiu a sindicância para apuração das irregularidades praticadas pela empresa de transporte Líder, que presta serviço à Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds) no Transporte Especial de Pessoas Deficientes. A empresa será advertida e se comprometeu a doar cadeiras de rodas para a Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba (Adefu). Caso ocorra outro problema, se tornando reincidente, serão tomadas medidas mais severas, segundo a Prefeitura. O ônibus foi apreendido no dia 4 de junho depois que a Guarda Municipal (GM) flagrou o transporte de cadeirantes amarrados em cordas no lugar de cinto de segurança.

A sindicância envolveu vistoria ao veículo por parte da Seds, conversas com os usuários e os responsáveis e a confirmação do credenciamento por parte do departamento de fiscalização da Secretaria de Trânsito, autora da autuação. O procurador do município Paulo Leonardo disse que ficou acordado que a empresa se ofereceu a contribuir com a Adefu doando duas cadeiras de rodas.


No mesmo dia da apreensão, o prefeito de Uberaba, Paulo Piau, determinou a abertura de sindicância para apurar responsabilidades no caso do ônibus apreendido dentro da operação Escola Segura da Guarda Municipal. Ele disse que a situação de risco em que os cadeirantes foram colocados é inadmissível. A gestora do contrato, secretária Ângela Dib, também solicitou a apuração dos fatos.

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.