17/06/2013

CAMPINAS - Multas por estacionamento em vaga especial sobem 60%

O número de multas aplicadas aos motoristas que estacionam irregularmente em vagas especiais em Campinas subiu 60% nos quatro primeiros meses desse ano na comparação com o mesmo período de 2012. Os dados são da Emdec (Empresa de Desenvolvimento de Campinas). Foram aplicadas de janeiro a abril 477 multas para esse tipo de infração, sendo que 256 autuações foram aos motoristas que estacionaram sem a credencial necessária nas vagas destinadas aos idosos - o restante das multas, em vagas para deficientes. A essas vagas, em específico, a Emdec registrou um aumento de 104% no número de multas, em comparação ao período de 2012. Em relação às multas em vagas de portadores de deficiência ou dificuldades de locomoção, houve um aumento de 28% em relação entre janeiro e abril do ano passado.

No Centro, principalmente, em poucos minutos é possível flagrar a ação de motoristas que não respeitam a legislação. Foi em uma dessas vagas para portadores de deficiências que o motoboy Ricardo Guedes, 43, deixou sua moto enquanto realizava um serviço de entrega na agência dos Correios, na Rua Luzitana. O motoboy parou na vaga minutos depois dos agentes da Emdec deixarem aquele local.

Quando retornou, a reportagem o abordou: “Estacionei rapidinho, não foi nem dez minutos”, argumentou logo de início, antecipando que devido à sua profissão sempre para “onde dá”, e já levou diversas multas por conta disso. A reportagem tentou abordagem a outros dois motoristas, mas ao perceberem que seriam entrevistados, se negaram a conversar e saíram rapidamente das vagas - uma na Rua Doutor Quirino e outra na Luzitana.

DIFICULDADE

O aposentado José Augusto Crivelatto, 66, disse estar credenciado para vaga de idoso há dois anos. “Em duas ocasiões discuti com motoristas que pararam em vaga exclusiva. Em uma delas o motorista se deu conta e saiu da vaga”, disse o aposentado. Para ele, falta um trabalho de conscientização. “A multa é muito barata, e esse é um fator que pode encorajar quem está com pressa para algum compromisso. É preciso mais vagas exclusivas”, acredita.

O motorista que estacionar indevidamente em uma das vagas estará sujeito a multa de R$ 53,20, com três pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). A credencial não isenta de pagamento no Sistema de Estacionamento Rotativo de Campinas (Zona Azul).

O presidente da Comissão dos Idosos, Aposentados e Pensionistas da Câmara de Campinas, vereador Cid Ferreira (PMDB), classifica como “vergonhosa” a atitude dos motoristas que infringem a lei.

VAGAS
A cidade possui 190 vagas exclusivas em vias públicas, sendo 125 para idosos e 65 para pessoas portadoras de deficiência. Ao todo são 1.902 vagas de Zona Azul, e o município atende as resoluções 303 e 304 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), ambas publicadas em 18 de dezembro de 2008, que destinam, respectivamente, 5% das vagas em estacionamentos de uso público às pessoas idosas (acima de 60 anos) e 2% para veículos que transportam pessoas portadoras de deficiência e com dificuldade de locomoção. Somente neste ano foram emitidas 3.081 credenciais para vagas exclusivas.

Sem punição, shoppings registram problemas.

| GUSTAVO FREITAS E GA

Nos shoppings, é possível observar com mais frequência o desrespeito de motoristas, justamente porque a infração não gera qualquer tipo de multa. Em um desses estabelecimentos, caso o motorista estacione em vaga exclusiva, ao voltar no veículo o infrator terá somente uma “multa simbólica” colocada no vidro, orientando que aquela vaga é destinada a idosos ou portadores de deficiências.

A reportagem do TodoDia esteve durante uma hora em um estacionamento de um shopping e flagrou três pessoas que pararam, mesmo sem ter o direito, em vagas reservadas. Um dos infratores, após perceber a presença da reportagem, acabou retirando o carro e procurando outra vaga. Os outros dois alegaram que é comum a prática, mesmo sendo cientes da proibição.

“Quando é para fazer algo rapidinho, aí eu acho que não prejudica ninguém, porque sempre sobram vagas para deficientes”, declarou Mário da Silva Rezende, 35. Outro motorista, de 25 anos, declarou que o problema é a falta de fiscalização. “A lei é certa, mas como ninguém multa, eu paro. Nunca ninguém veio reclamar comigo”.

Para o aposentado João Carlos Trolli, 68, é bastante corriqueiro que as vagas para idosos estejam todas ocupadas e, muitas vezes, por pessoas que não possuem idade suficiente para estacionarem no local. “Eu nem insisto muito. Já teve casos que fui embora por não ter um lugar parar estacionar”.

Os shoppings Dom Pedro, Iguatemi Campinas e Galeria não autorizaram a reportagem a fazer fotos nos locais, e não passaram o número exato de vagas exclusivas nos estabelecimentos.

Multa em vaga de idoso sobe
| GA

Em Campinas, de acordo com dados divulgados pela Emdec (Empresa de Desenvolvimento de Campinas), foram aplicadas, somente de janeiro a abril desse ano, 221 multas para aqueles infratores que estacionaram em vagas de portadores de deficiência ou dificuldades de locomoção, e 256 multas para os que estacionaram em vagas de idosos.

Nesses casos, houve crescimento de 104% no número de infrações até abril desse ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Já em relação às multas em vagas de portadores de deficiência ou dificuldades de locomoção, houve um aumento de 28% em relação entre janeiro e abril do ano passado.

A média de multas aplicadas por dia - de janeiro a abril desse ano - é de 2,1 multas em vagas de idoso, e 1,8 para vagas de portadores de deficiência. Somente em abril desse ano, os amarelinhos aplicaram 77 multas em vagas de idoso, uma média de 2,5 multas/dia.

No ano passado, a Emdec aplicou 506 multas para motoristas que estacionaram de maneira irregular em vagas de idosos e 618 multas em vagas de portadores de deficiência ou dificuldades de locomoção.


Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.