23/05/2013

Complexo Turístico de Itaipu é capacitado para atender turistas com deficiência auditiva



O curso, coordenado pela professora de Libras, Andrea Mazacotte, teve duração de 20 horas e orientou os monitores sobre como lidar com o turista surdo, a língua de sinais e a importância do turismo acessível voltado a esse público específico.

Monitores do Complexo Turístico Itaipu (CTI) e do Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho agora estão capacitados para receber visitantes com deficiência auditiva. A capacitação de 4 monitores e 4 colaboradores de departamentos administrativos do CTI, além de 2 monitores do Polo Astronômico foi realizada por meio do projeto de extensão da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Librastur.

Uma visita de um grupo de 10 alunos da Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Foz do Iguaçu (Apasfi) ao Polo Astronômico, na quinta-feira (02), marcou o encerramento do curso. Além do Polo, o passeio se estendeu à visita panorâmica na Itaipu Binacional e Ecomuseu, na última terça-feira (30).

O projeto de extensão ainda contou com aulas teóricas e práticas, ministradas pela professora Andréa Carolina Bernal Mazacotte e por outros profissionais convidados, abordando temas como: quem são os surdos; o que é Libras; a universalidade da língua de sinais; variações linguísticas; alfabeto manual e soletração rítmica; meios de transporte e meios de comunicação; surdo e a tecnologia; turismo acessível; e história de Itaipu em Libras.

Fonte: Clickfoz
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.