17/04/2013

Mara Gabrilli questiona Ministro da Educação sobre acessibilidade nas provas do ENEM




   Durante audiência na Comissão de Educação na manhã desta quarta-feira (10/4), o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou, entre que todo o processo do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio, é acessível.
   A deputada federal Mara Gabrilli, que recebeu diversas denúncias de estudantes com deficiência ou mobilidade reduzida que tiveram dificuldades para realizar a prova, questionou o Ministro sobre tal afirmação. As perguntas feitas pela deputada podem ser conferidas nesse link.
   O ENEM de 2012 apresentou cerca de 100 imagens, entre figuras e gráficos, cujo ledor (auxiliar que faz a leitura das imagens para o deficiente visual) precisava interpretar e passar as informações para o estudante. Além de depender da interpretação do auxiliar, o tempo perdido pelo aluno é prejudicial e o deixa em condições desiguais com os demais participantes.
   Em um dos casos citados pela deputada, um aluno com baixa visão realizou o exame com uma prova ampliada e auxílio do ledor. No entanto, perto da questão 60, ambos verificaram que as provas dos dois apresentavam questões diferentes, mesmo sendo da mesma cor (tipo de prova). Em outros locais de prova, a prova ampliada não estava disponível.
   Na opinião da deputada, é necessária a utilização de recursos de tecnologia assistiva durante a aplicação das provas. “A tecnologia diminui a deficiência das pessoas e propicia autonomia ao estudante”, afirma.
   Após as críticas da deputada, o Ministro a convidou para participar do processo de aperfeiçoamento do sistema, visando aprimorar a política e melhorar a aplicação dos futuros exames. “Vamos agendar uma reunião para os próximos dias, pois o assunto é urgente”, garante a deputada.
   Mara pede ainda, que estudantes com deficiência que passaram por problemas durante a realização dos últimos exames contem suas experiências e colaborem para a melhoria do sistema. O e-mail para envio de sugestões é maragabrilli@maragabrilli.com.br

Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.