23/03/2013

Estudantes de Engenharia verificam acessibilidade no centro de Londrina

   Alunos de Engenharia  Civil da UniFil vão utilizar cadeiras de rodas para se locomover em trechos da área central de Londrina e conhecer na prática as dificuldades e os obstáculos enfrentados diariamente por cadeirantes e demais deficientes. Na manhã deste sábado (23), cerca de 20 estudantes circularão pelas calçadas, atravessarão  e entrarão em edifícios para ver como adequações nas vias urbanas e construções melhoram a locomoção das pessoas portadoras de necessidades especiais.
   A experiência dos alunos é uma atividade da disciplina Acessibilidade e Gestão Ambiental Urbana. “É importante os estudantes vivenciarem os problemas do cotidiano de uma cidade. São futuros engenheiros que farão projetos e executarão obras. Por isso, precisam estar atentos às questões sociais, à acessibilidade. Às vezes, os profissionais têm uma visão muito exata sobre determinadas situações. Queremos que nossos alunos mudem o olhar, aliando a técnica e o lado humano da profissão para melhorar o dia a dia da comunidade”, afirma a professora Silvia Guimarães.
   Com cadeiras de rodas emprestadas de entidades, os estudantes vão circular nas proximidades das ruas Paranaguá, Santos, Goiás e Alagoas. “É uma região nobre de Londrina, que teoricamente deveria estar mais bem cuidada”, diz a professora. Ela cita que em diversos locais a acessibilidade já é satisfatória, até por exigências do Código de Obras do Município, com adequações nas calçadas e edificações. “A situação vem evoluindo, mas muitos lugares ainda não estão adaptados para a circulação de cadeirantes e demais portadores de deficiência”, constata.
   Os estudantes da UniFil vão se concentrar às 8 horas em frente ao Complexo de Laboratórios da Engenharia Civil (esquina das ruas Goiás e dos Escoteiros, em frente ao Vale Verde) e dali saem para a atividade.

Fonte; http://usinadainclusao.com.br/blog/?p=1337
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seu Comentário é muito importante para nós.